CECS - Comunicação e Sociedade - Vol. Esp. (2012): Mediatização Jornalística do Campo da Saúde : [3] Estatísticas

Logo

Comunicação e Sociedade (Vol. Especial): Mediatização Jornalística do Campo da Saúde

Diretor: Moisés de Lemos Martins

Coordenação do volume: Felisbela Lopes e Teresa Ruão

CECS - Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade Lasics, Universidade do Minho, 2012, 228 págs. ISSN 1645-2089

Ver página da revista

A referência teorico-metodológica de enquadramento desta publicação é o campo da Comunicação na Saúde. Trata-se de uma área de investigação, integrada nas Ciências da Comunicação, que emergiu nos anos 80 e que se preocupa com a influência da comunicação humana mediada na prestação e promoção de cuidados de saúde às populações. Este é um campo científico extremamente vasto, que inclui o estudo de diferentes níveis e canais de comunicação, aplicados a uma grande variedade de contextos sociais. Segundo Kreps et al. (1998), os níveis primários de análise da Comunicação na Saúde incluem a comunicação intrapessoal, interpessoal, grupal, organizacional e social. Nesta edição da revista Comunicação & Sociedade, enfatizamos a análise social, preocupada com o processo de disseminação de informação sobre saúde, incluindo investigações que procuram compreender a construção social da saúde em textos noticiosos. Um dos seus interesses de pesquisa é conhecer o impacto dos media e da informação mediática na saúde, proporcionando uma contextualização ao tratamento social dos temas deste campo. Neste contexto, destacamos aqui o Jornalismo de Saúde e pretendemos contribuir para a divulgação da produção científica nesta área, através de reflexões e torno de temáticas como: Fontes do Jornalismo de Saúde; Produção noticiosa em Saúde; Assessoria de Imprensa em Instituições e Empresas do sector da Saúde; Gestão de Crises em Saúde.

Both theoretical and methodological approaches in Health Communication started to grasp in late 80's as academics showed very impressive concerning on the possible effects of communication in public health and in health care professionals. Following studies put forward by Kreps et al. (1998), health communication ranges from multiple contexts and areas, from intrapersonal communication, interpersonal, in groups, organizations or social associations. In this issue, we have underlined social analysis of health communication, according to several studies which discuss how diseases are portrayed in media, including how social and media representations are built in the public discourse. In this regard, this issue gathers several articles which range from a variety of topics: news sources in Health Journalism; Health news and its construction; Health care professionals and their articulation with Public Relations and Journalists; how should health care professionals deal with crisis.

Percorrer
Ativar alerta na coleção para receber notificações por e-mail de novas entradas RSS Feed RSS Feed RSS Feed