Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/29573

TitleZARA : um case study à escala global
Author(s)Gama, Maria Gabriela
KeywordsFast-fashion
Zara
Sociedade de consumo
Imagem
Aceleração
Issue date2012
PublisherUniversidade do Minho. Departamento de Engenharia Têxtil (DET)
Abstract(s)As cadeias fast-fashion têm, de certa maneira, o seu trajeto facilitado em matéria de tendências porque são rápidas na forma de operar no mercado. Em regra, têm um volume de negócios elevado. Além disso, são coadjuvadas pelos desfiles de moda, transmitidos em direto, pelas publicações de moda, pelos designers, pelos caçadores de tendências, que se encarregam de lhes proporcionar previamente as peças consideradas must-have para cada estação. A Zara foi pioneira no modo como introduziu e rentabilizou o fast-fashion à escala global. Em termos estratégicos, não há outro modelo como a Zara, tão em sintonia com a sociedade de consumo que caracteriza a pós-modernidade. Por detrás da Zara está Amancio Ortega, um homem que soube intuir as coordenadas do seu tempo. A sua ideia passou por democratizar a moda e competir através das tendências e dos preços, mantendo a convicção de que a palavra final é do consumidor. Uma aposta num sistema vertical do processo de criação, produção, distribuição e venda, que rompeu com o modelo tradicional, tornando-o, assim, um arquétipo à escala global.
TypeConference paper
URIhttp://hdl.handle.net/1822/29573
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CECS - Atas em congressos | Seminários / conference proceedings

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GG_zara_case_study.pdfArtigo em atas de congressos691,31 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID