Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/29478

TitleDomínio relações sociais da qualidade de vida: um foco de intervenção em pessoas com doenças do humor
Author(s)Macedo, Ermelinda
KeywordsQualidade de vida
Doença do humor
Actividade sexual
Apoio social
Relações pessoais
Quality of life
Mood disorders
Sexual activity
Social support
Issue dateJun-2012
PublisherA Sociedade Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental (ASPESM)
JournalRevista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental
CitationMacedo, E. (2012). Domínio relações sociais da qualidade de vida: um foco de intervenção em pessoas com doenças do humor.Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental.
Abstract(s)A prestação de cuidados em saúde mental e psiquiatria, por diversos motivos, incluindo os que a ligam à sua história, teve sempre implícitos desafios sucessivos ligados à própria assistência em saúde mental, às grandes alterações legislativas nesta área, à adaptação da assistência a essas alterações e também à investigação. Atendendo à conjuntura nacional e internacional que norteia a saúde mental e psiquiatria, a Qualidade De Vida (QDV) das pessoas com doença mental torna-se uma área fundamental de investigação, tendo em conta a sua inquestionável importância na aferição de medidas de intervenção. Neste sentido, este estudo pretendeu contribuir para uma melhor compreensão da relação entre a qualidade de vida e a doença mental. Metodologia: O estudo apresentado é um estudo comparativo, de abordagem quantitativa, entre pessoas com doenças do humor e pessoas da população geral sem doença mental diagnosticada integrado num estudo mais alargado. Neste trabalho é analisado apenas o Domínio Relações Sociais da QDV. Participantes: A amostra é constituída por 39 sujeitos com doenças do humor e 39 sujeitos da população geral. Instrumentos: i) World Health Organization (WHO-QOL-Bref ), ii) Questionário de Dados Sócio-demográficos e iii) Índice de Graffar. Resultados: Os dados apontam para a presença de pior QDV no Domínio Relações Sociais nos sujeitos desta amostra com doença do humor, quando comparados com os sujeitos da população geral. Esta diferença reflecte-se essencialmente no que respeita às facetas actividade sexual e relações pessoais. Conclusões: Os resultados deste estudo permitem a reflexão sobre um conjunto de implicações das doenças do humor no Domínio Relações Sociais da QDV, reforçando a importância de se respeitarem as variáveis relações pessoais, actividade sexual e apoio social na assistência em saúde a esta população específica.
The mental health and psychiatry care, for several reasons, have always been implicit successive challenges related to mental health care itself, to its history, to the major legislative changes in this area, to the adjustment of the assistance to those changes and also to research. Given the national and international guides to mental health and psychiatry, quality of life (QOL) of people with mental illness becomes a key area of research, given its unquestionable importance in the assessment of intervention measures. Thus, this study aims to contribute to a better understanding of the relationship between quality of life and mental illness. Methodology: The present study is a comparative study of a quantitative approach, among people with mood disorders and people from general population without diagnosed mental disorders as part of a larger study. This paper analyses only the Social Relations Domain of QOL. Participants: The sample consists of 39 subjects with mood disorders and 39 subjects from general population. Instruments: i) World Health Organization (WHOQO-Bref), ii) Questionnaire Sociodemographic Data and iii) Graffar Index. Results: The data indicate the presence of worse QOL in Social Relationships subjects from this sample with mood disorders, when compared with the subjects from general population. This difference is reflected mainly in relation to sexual activity and personal relationships facets. Conclusions: These results allow reflection on a set of implications of mood disorders in Social Relations Domain of QOL. Also, these results reinforce the importance of respecting the personal relationships, sexual activity and social support variables in health assistance for this specific population.
TypeArticle
URIhttp://hdl.handle.net/1822/29478
ISSN1647-2160
Publisher versionhttp://www.scielo.oces.mctes.pt/scielo.php?pid=S1647-21602012000100004&script=sci_arttext&tlng=pt
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:ESE-CIE - Artigos em Revistas Nacionais / Papers in National Journals

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo DRS QDV RPESM scielo.pdfArtigo DRS QDV RPESM Scielo178,4 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID