Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/28771

TitleMother-child interactions in the context of socioeconomic disadvantage : predictors and the effectiveness of an attachment-based intervention program
Author(s)Novo, Mariana Andrade de Sottomayor Negrão
Advisor(s)Soares, Isabel
Mesman, Judi
Issue date13-Dec-2013
Abstract(s)Attachment theory strongly contributes to parenting science by evidencing the major influence of parental care on child developmental trajectories. Research also describes parenting as being determined by multiple influences, amongst which we can find parents’ personal characteristics and contextual features of the environment. Parents in socioeconomic disadvantage are reported to experience an accumulation of risk factors and to be more vulnerable in terms of parental functioning, with negative impact on their children’s development. In face of this deleterious scenario, evidence-based interventions to support at risk socioeconomically disadvantaged families are crucial. The present doctoral dissertation integrates two separate studies, focused on parenting in socioeconomically disadvantaged mothers and their young aged children, relying on solid observational measures. The first study investigates determinants of maternal behaviors in play and discipline interaction contexts. Results point to the relevance of maternal attachment representation in defining mother-child interactions, detailing that: a more dismissing attachment representation relates to higher structuring; a more preoccupied state of mind relates to lower sensitivity and structuring; a more secure attachment representation relates to more psychologically controlling discipline tactics, putting in evidence the relevance of sociocultural framework within which parenting takes place. The second study presents the implementation and effectiveness evaluation of the Video-feedback Intervention to promote Positive Parenting and Sensitive Discipline (VIPP-SD, Juffer, Bakermans-Kranenburg, & Van IJzendoorn, 2008) through a randomized controlled trial. The VIPP-SD is an early intervention attachment-based program aimed at improving parental sensitivity and adequate discipline strategies. The VIPP-SD proved to be effective in enhancing positive mother-child interactions and positive family relations in a severely deprived context. More in detail, VIPP-SD positively impacted perceived family cohesion, as well as observed maternal intrusiveness, child responsiveness and involvement, assembling VIPP-SD as an effective parenting program with socio-economically deprived families who struggle with multiple stress factors. Research findings and conclusions are discussed regarding clinical implications for intervening in the context of socio-economic disadvantage.
A teoria da vinculação é fundamental para a investigação no âmbito da parentalidade, na medida em que salienta a influência da qualidade da prestação de cuidados nas trajetórias de desenvolvimento infantil. A investigação tem mostrado a parentalidade como sendo determinada por múltiplos fatores, entre os quais se inscrevem as características pessoais dos pais e os aspetos contextuais. Os pais em situação de risco socioeconómico experienciam uma acumulação de fatores de stress que tornam mais vulnerável o seu funcionamento parental, afetando negativamente o desenvolvimento dos seus filhos. Face a este cenário problemático, torna-se evidente a pertinência de intervenções empiricamente validadas que respondam às necessidades de famílias em risco socioeconómico. A presente dissertação de doutoramento integra dois estudos focados na parentalidade em circunstância de risco socioeconómico, envolve mães e crianças pequenas e recorre a medidas observacionais. O primeiro estudo examina os determinantes do comportamento interativo materno em contexto de jogo e de disciplina. Os resultados indicam a relevância da representação da vinculação, evidenciando que a representação mais desligada está relacionada com maiores níveis de estruturação; a representação mais preocupada associase a menores níveis de sensibilidade e estruturação; a representação mais segura relacionase com maiores níveis de controlo psicológico como estratégia disciplinar, remetendo para a importância de considerar o contexto sociocultural em que a interação ocorre. O segundo estudo apresenta a implementação e avaliação de eficácia do programa Video-feedback Intervention to promote Positive Parenting and Sensitive Discipline (VIPP-SD, Juffer, Bakermans-Kranenburg, & Van IJzendoorn, 2008) através de um ensaio clínico randomizado. O VIPP-SD é um programa de intervenção baseado na teoria da vinculação que tem como objetivo a promoção da sensibilidade parental e de estratégias de disciplina positiva. O VIPP-SD provou ser eficaz na melhoria da qualidade da interação mãe-criança e da qualidade das relações familiares em famílias em risco socioeconómico. Mais especificamente, o VIPP-SD demonstrou ter um impacto positivo na coesão familiar percebida, assim como na intrusividade materna, na responsividade e envolvimento da criança, avaliados através de medidas observacionais. Assim, o VIPP-SD assume-se como um programa de intervenção parental eficaz em famílias socioeconomicamente desfavorecidas imersas num contexto de multi-desafio. Os resultados são discutidos salientando as implicações clínicas para a intervenção no contexto de risco socioeconómico.
TypedoctoralThesis
DescriptionTese de doutoramento em Psicologia (especialidade de Psicologia Clínica)
URIhttp://hdl.handle.net/1822/28771
AccessopenAccess
Appears in Collections:BUM - Teses de Doutoramento
CIPsi - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Mariana Andrade de Sottomayor Negrão Novo.pdf2,33 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis