Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/27084

TitleExperiências adversas na infância e comportamentos de risco para a saúde : um estudo comparativo com mulheres reclusas e mulheres da comunidade
Author(s)Guerra, Catarina Isabel Gomes
Advisor(s)Maia, Ângela
KeywordsExperiências adversas na infância
Comportamentos de risco para a saúde
Mulheres
Comunidade
Reclusas
Adverse childhood experiences
Risk behaviors to health
Women
Community
Inmates
Issue date2013
Abstract(s)O presente estudo tem como principal objetivo, perceber a relação das experiências adversas na infância com os comportamentos de risco na idade adulta, em dois grupos, mulheres reclusas e mulheres da comunidade. Neste estudo participaram 315 mulheres, 230 reclusas e 85 pertencentes à comunidade. Os instrumentos utilizados foram: o Questionário Sociodemográfico, Questionário de Comportamentos de Risco e o Questionário de Experiências Adversas na Infância (ACE). Os resultados da investigação indicam uma forte relação entre a adversidade na infância e comportamentos de risco para a saúde na idade adulta. As mulheres reclusas apresentam mais relações entre diferentes tipos de adversidade na infância e diferentes comportamentos de risco para a saúde do que as mulheres da comunidade. A adversidade total prediz diferentes tipos de comportamentos de risco para a saúde, sendo as reclusas o grupo que apresenta maior número de comportamentos de risco preditos. Em suma, as mulheres reclusas relatam um total de experiências adversas na infância superior e apresentam um risco mais elevado de adotar comportamentos de risco para a saúde, comparativamente às mulheres da comunidade.
The main goal of the present study is to understand the relationship of adverse experiences in childhood with health risk behaviors in adulthood, in two groups, female inmates and the women of the community. 315 women participated in this study, 230 were inmates and 85 were from the community. The instruments used were: the Sociodemographic Questionnaire, the Risk-Behavior Questionnaire and the Adverse Childhood Experiences Questionnaire (ACE). The research results indicate a strong relationship between adverse childhood experiences and risk behaviors to health in adulthood. Women in prison have more relations between different types of adversity in childhood and different behaviors of health risk than women of the community. Total Adversity predicts different types of risk behaviors to health, and the reclusive group that has the highest number of risk behaviors predicted. In short, women in prison report a total of more adverse childhood experiences and have a higher risk of adopting risky behaviors to health, compared to women in the community.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado integrado em Psicologia, (área de especialização em Psicologia da Justiça)
URIhttp://hdl.handle.net/1822/27084
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado Integrado
CIPsi - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Catarina Isabel Gomes Guerra.pdf1,84 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID