Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/24386

TitleO Storytelling como processo pedagógico de apropriação artístico-cultural : viagem na obra de Hieronymus Bosch mediatizada por uma superfície tangível
Author(s)Pinto, Raquel
Oliveira, Lia Raquel
Zagalo, Nelson
KeywordsMedia interativos
superfícies tangíveis
educação para os media
comunicação visual
storytelling
Issue date2012
PublisherUniversidade do Minho. Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS)
CitationPinto, R. B., Oliveira, L. R., & Zagalo, N. (2012). O storytelling como processo pedagógico de apropriação artístico-cultural: viagem na obra de hieronymus bosch mediatizada por uma superfície tangível. In M. Z. Coelho, & J. Fidalgo (Orgs.), Comunicação e Cultura. I jornada em ciências da comunicação e estudos culturais. Braga: CECS
Abstract(s)Com este trabalho, pretende-se conceber um novo modelo de comunicação para uso em museus. Este modelo será realizado com recurso à tecnologia de superfícies tangíveis e enquadrado na metodologia do desenvolvimento. Será concebido e desenvolvido um protótipo (conteúdo a ser usado numa mesa multitoque) com base na obra “O Último Julgamento” do pintor Hieronymus Bosch. Este modelo permite que o visitante experimente a manipulação digital da obra de arte conferindo-lhe novas leituras. Mediante um conjunto de ações que permitem apropriar-se da obra é possibilitada a constituição de um modelo subjetivo de interpretação e de análise da obra. O modelo/protótipo permite também consultar, escrever e gravar no sistema, as suas histórias, as suas impressões e as suas opiniões. A metodologia de trabalho inclui um estudo de caso exploratório para avaliação do protótipo, das interações e para verificação da nossa hipótese de trabalho, ou seja, verificar se: a possibilidade de manipulação da obra pictórica, mediada por uma superfície táctil associada à possibilidade de criação e partilha de narrativas textuais e visuais sobre essa experiência, potencia a apropriação da obra de arte e promove a construção de conhecimento sobre ela.
With this work we intend to design a new communication model with an interactive base to be used in museums, thereby promoting literacy and consequently a greater enjoyment of works of visual art. This model will be conducted using the surfaces technology (multi-touch table). The case study will include the development of a prototype which uses the work "The Last Judgment" by Hieronymus Bosch. In this model, the visitor can digitally manipulate the works giving them new readings. Through a series of actions that allow ownership of the work, the establishment of a model of subjective interpretation and analysis of the work is made possible. The model/prototype also allows to consult, write and record in the system, their stories, their impressions and their opinions. The work methodology includes an exploratory case study to evaluate the prototype, and for checking the interaction of our hypothesis, that is, to check whether the possibility, considering of images and their manipulation, to create narratives, constitute an act of knowledge construction? Our working hypothesis is that the possibility of manipulation of pictorial work, mediated by a tactile surface, coupled with the possibility of creating and sharing textual narratives about the experience enhances the appropriation of the artwork and promotes the construction of knowledge about it.
TypeBook part
URIhttps://hdl.handle.net/1822/24386
ISBN978-989-8600-05-9
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CIEd - Capítulos de Livros / Book chapters

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
O Storytelling como Processo Pedagógico de Apropriação.pdf904,69 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID