Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/22532

TitleA vulnerabilidade dos países a crises no sistema financeiro : evidência empírica para Espanha, França e Portugal
Author(s)Marafona, Dulce Daniela Saraiva
Advisor(s)Amado, Cristina
KeywordsVulnerabilidade
Crise
Sistema financeiro
Vulnerability
Crisis
Financial system
Issue date2012
Abstract(s)Nos últimos anos, a frequente ocorrência de crises financeiras em todo o mundo, tem despertado o debate sobre as causas e consequências destas crises. De um modo geral as crises financeiras estão associadas a problemas no sector bancário, ao aumento da incerteza, à existência de “bolhas especulativas”, à globalização, ao clima de instabilidade financeira ou a períodos em que as economias revelam fraco desempenho. Este trabalho irá focar-se fundamentalmente no comportamento do sistema financeiro para uma melhor compreensão dos fatores que potencialmente conduzem os países a serem afetados por crises financeiras. Pretende essencialmente responder a questões como: “Quais os fatores a que os países são mais vulneráveis a crises financeiras?” e “Qual a probabilidade dos países serem afetados por crises no seu sistema financeiro”. O estudo empírico pretende identificar quais as variáveis que tornam países como Espanha, França e Portugal vulneráveis a crises no seu sistema financeiro, para tal foi utilizado o modelo Logit. Os resultados deste estudo revelam que dos indicadores analisados, para Espanha, as variáveis que contribuem para a sua vulnerabilidade são a inflação e as despesas de consumo. Para França, os fatores são a balança de bens e serviços, as despesas de consumo, o crédito e o crescimento do PIB. Por fim, para Portugal os fatores são a balança de bens e serviços, as despesas de consumo, o crédito e o crescimento do PIB.
In the past few years, the frequent financial crises all over the world, has sparked debate about the causes and consequences of these crises. Generally, the financial crises are related with problems in the banking sector, increasing uncertainties and the existence of “speculative bubbles”, globalization, the financial instability or periods when economies show a weak performance. This work will focus, primarily, in the financial system’s behavior in order to understand the factors that potentially lead countries to be affected by financial crises. Essentially, it seeks, answer: “Which factors turn the countries to become more vulnerable to financial crisis?” and “What is the probability that a financial crisis affect the countries in their financial system?”. The empirical study aims to identify the variables that turn countries such as Spain, France and Portugal to become vulnerable to crises in their Financial System. The results of the study reveal that the variables that contribute to Spain’s vulnerability are the inflation and consumer spending. In France, the factors are the balance of goods and services, consumer spending, credit and PIB growth. Finally, in Portugal the factors are the balance of goods and services, consumer spending, credit and PIB growth.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado em Economia Monetária, Bancária e Financeira
URIhttps://hdl.handle.net/1822/22532
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado
EEG - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dulce Daniela Saraiva Marafona.pdf1,93 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID