Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/20181

TitleA aptidão física na terceira idade relacionada à actividade lúdica na infância : um estudo com mulheres
Author(s)Leal, Eduardo Manuel Bouças
Advisor(s)Pereira, Beatriz Oliveira
KeywordsIdosos
Envelhecimento
Aptidão física
Actividade física
Brincadeiras
Trabalhos
Infância
Elderly people
Growing old
Physical fitness
Physical activitiy
Games
Work
Childhood
Issue date2011
Abstract(s)Introdução: A conclusão principal deste projecto de pesquisa é a de que é possível envelhecer com qualidade. É sabido que à medida que vamos vivendo e envelhecendo, as nossas capacidades físicas, psicológicas e sociais vão sendo afectadas; porém, além de esse facto ser uma lei natural da vida, faz parte do nosso papel fazer com que isso aconteça da maneira mais saudável, no sentido de um envelhecimento independente, activo e feliz. Não é só o que fazemos no presente que contribui para um envelhecimento saudável e activo; é necessário olhar um pouco para o nosso passado, e ver como foi a nossa infância e a influência que ela teve nos nossos dias de hoje. Objectivos: No presente trabalho, organizado em 3 estudos vamos apresentar os objectivos para cada um. No estudo 1, temos por objectivo avaliar e comparar a aptidão física dos idosos do sexo feminino, com idades compreendidas entre os 60 e 79 (tal como entre os seus níveis de ensino). No estudo 2 analisamos a infância das idosas quanto às suas brincadeiras e aos seus trabalhos, para assim conhecer um pouco como era e qual a frequência da actividade que tinham em crianças. No estudo 3 temos como objectivo comparar, em cada grupo etário, as actividades de idosas quando eram crianças com os seus valores actuais de aptidão física. Metodologia: A amostra deste estudo foi constituída por 41 idosos apenas do sexo feminino, do meio rural, com idades compreendidas entre os 60 e 79 anos, que fossem independentes e autónomas, isto é, realizando todo o tipo de actividades do quotidiano. A avaliação da aptidão física foi feita através de uma bateria de testes criada por Rikli e Jones (1999) com os valores de referência desejados para cada grupo etário. As entrevistas foram realizadas individualmente, para deixar mais à vontade a idosa, gravadas em áudio e posteriormente analisadas. Resultados: Através desta bateria de testes concluiu-se que, de uma maneira geral, à medida que a idade avança, e com uma diferença de 4 anos de idade entre os grupos etários em estudo, os níveis de aptidão física são também menores. Na entrevista realizada observou-se que muitas das brincadeiras realizadas pelas idosas antigamente, são ainda realizadas pelas crianças de hoje, mas também se concluiu que as crianças de antigamente realizavam mais trabalhos destinados a adultos.
Introduction: The main conclusion of this research project is that it is possible to grow older in a healthy way. It is common knowledge that, as people grow older, their physical, psychological and social abilities tend to diminish; this, however, is not only a fact of life, but it is also something that can be positively changed by self-determination, having health, independence, action and happiness as a goal. A healthy and active process of growing older depends not only on what we do in the present, but also on what we have done in the past; in fact, it is necessary to analise our childhood in order to understand its influence on our present health condition. Goals: The project was organized in three Studies, each of them having its own specific goals. In Study 1 the physical fitness and education level of elderly women (60 to 79 years of age) was evaluated and compared. In Study 2 the elderly women’s childhood was analised in terms of the work and games in which they were involved; description, quality and frequency of those activities were registered. In Study 3 a comparison was made between the physical activities of the elderly women in their childhood and today; 4 subjects per age group were selected and compared. Methodology: The sample comprised 41 older women (ages between 60 and 79 years old) in the condition of being independent, that is to say, able to perform all kinds of daily routines. Their physical fitness evaluation was done according to the principles of Rikli and Jones’s (1999) test battery, and considering the reference values for each age group. Interviews were conducted on an individual basis, in order to create a more comfortable atmosphere for the interviews. They were audio recorded and analised. Results: Through the application of the test battery it was possible to conclude that, as women get older (age groups separated by 4 year periods), their physical fitness diminishes. The interviews allowed for the conclusion that many of the games that the women used to play in their childhood are still played by children today; however, it is noticeable that children in the past used to perform certain labors or work that is now reserved for adults.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado em Estudo da Criança (área de especialização em Educação Física e Lazer)
URIhttp://hdl.handle.net/1822/20181
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Eduardo Manuel Bouças Leal.pdf2,02 MBAdobe PDFView/Open
Anexo 5 - Entrevistas MP3.zipAnexos211,78 MBUnknownView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID