Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/19852

TitleA materialização dos poderes no espaço como expressão da memória e identidade urbana medieval
Author(s)Ribeiro, Maria do Carmo Franco
Melo, Arnaldo Sousa
KeywordsPoderes
Memória
Identidade
Urbana
Medieval
Issue dateJul-2012
PublisherInstituto de Estudos Medievais (IEM)
JournalMedievalista
Abstract(s)Este artigo constitui um contributo para o estudo da memória e identidade da cidade medieval através da materialização dos poderes no espaço urbano. Para dar cumprimento aos objetivos a que nos propomos, estruturámos este trabalho em três partes. Na primeira fazemos algumas considerações prévias sobre os conceitos de memória e identidade urbana com vista a situar a temática em apreço num contexto sociológico e antropológico mais amplo. Posteriormente, abordamos algumas formas de materialização dos poderes no espaço urbano, designadamente os lugares que resultaram da atuação dessas entidades, tais como os classificados de régio, episcopal, senhorial e concelhio. Por fim, analisamos de que forma as construções e espaços urbanos se traduzem em memória e identidade, nomeadamente a sé catedral, as muralhas e os castelos, os paços ou o ordenamento urbano. O nosso estudo incidirá preferencialmente sobre as cidades medievais portugueses de Braga e do Porto, muito embora pontualmente sejam utilizados outros casos de estudo concretos. A metodologia utilizada baseou-se no cruzamento das diferentes fontes disponíveis, com particular preponderância para as fontes escritas, mas também iconográficas e cartográficas e, sempre que possível, procurou valorizar os vestígios materiais sobreviventes e que integram as cidades atuais.
This paper aims to be a contribution to the study of medieval city’s memory and identity, through the materialization of power in the urban space. In order to accomplish that goal we have structured this paper in three parts. We started with some preliminary considerations on the concepts of memory and urban identity, to situate this subject within a broader sociological and anthropological context. Secondly, we present some forms of materialization of power in urban areas, namely those that derive from royal, episcopal, lordly and municipal powers. Finally, we studied how those buildings and urban spaces constitute a part of urban memory and identity, in particular the cathedral, the walls and castles, palaces and city planning. This paper is focused mainly on the medieval Portuguese cities of Braga and Porto, although occasionally with insights in some other towns. The methodology used was based on the intersection of the different sources, particularly written, but also iconographic and cartographic ones, as well as material remains still existing today.
TypeArticle
URIhttps://hdl.handle.net/1822/19852
ISSN1646-740X
Publisher versionhttp://www2.fcsh.unl.pt/iem/medievalista/
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:DH - Artigos/Papers (with refereeing)


Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID