Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/11342

TitleTransposição para o ensino de “questões vivas” de saúde : o exemplo da abordagem de drogas psico-activas em manuais escolares
Author(s)Carvalho, Graça Simões de
KeywordsTransposição didáctica
Multiculturalismo
Manuais escolares
Issue date2010
PublisherEditora Universitária Champagnat
CitationCARVALHO, J. E. ; BARROS, P. C. de ; REIS, R. S., org. – “Educação física, lazer e saúde : desafios e novas perspectivas”. Curitiba : Champagnat, 2010. ISBN 978-85-7292-225-8. p. 57-73.
Abstract(s)A transposição didáctica externa (TD-E) refere-se aos processos intelectuais que influenciam a selecção dos conteúdos a ensinar, cabendo essencialmente aos políticos de educação e aos autores dos manuais essa função de TD-E. Sendo os saberes científicos universais, tendo como referência as mesmas publicações científicas, seria crível pensar-se que também os programas de ensino e os respectivos manuais escolares de diferentes países fossem idênticos, apresentando os mesmos conteúdos de ensino. Neste estudo pretendemos saber se em países com forte contraste geográfico, histórico-cultural, económico e político haverá diferenças significativas na transposição didáctica (manuais escolares) de “questões vivas” como é exemplo o consumo de drogas psico-activas. Procedeu-se à análise comparativa das abordagens do consumo e prevenção de drogas psico-activas veiculadas nos manuais de 16 países sócio-culturalmente diferenciados, que integram o projecto BIOHEAD-CITIZEN. Utilizou-se a grelha de análise desenvolvida naquele projecto, tendo para cada tema (álcool, tabaco e outras drogas) analisado os efeitos físicos, psicológicos e sociais. Os manuais de Marrocos não fazem referência ao tabaco e os de Moçambique às outras drogas, indicando que nestes países existe resistência para a transposição para o ensino destas “questões vivas”. Pelo contrário, a Finlândia é o país que mais se destaca por ser o que mais explora os três temas nos manuais, e de uma forma equitativa no que diz respeito às dimensões da saúde. No seu todo, os resultados mostram que o manual escolar tende a espelhar os entendimentos dominantes, encontrando-se condicionado pelas realidades sociais, económicas, políticas e culturais que lhe dão suporte.
TypeBook part
URIhttp://hdl.handle.net/1822/11342
ISBN978-85-7292-225-8
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CIEC - Livros e Capítulos de Livros
DCILM - Livros e Capítulos de Livros

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Carvalho_TD-Manuais.pdfCapítulo de livro171,73 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID