Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/87115

TitlePorto quase cosmopolita
Author(s)Bandeira, Pedro
KeywordsZona oriental do Porto
Especulação imobiliária
Gentrificação
Metro do Porto
Issue dateJul-2023
PublisherUniversidade do Porto. Instituto de Investigação em Arte, Design e Sociedade (I2ads)
Abstract(s)Em 1981 a cidade do Porto tinha cerca de 327 mil habitantes. Nas décadas seguintes foi perdendo população registando em 2017 apenas 214 mil. Entre 1981 e 2011 um terço dos habitantes do Porto foi viver para as suas quatro cidades vizinhas (Vila Nova de Gaia, Maia, Matosinhos e Gondomar) que viram a sua população aumentar em cerca de 208 mil habitantes (também em benefício da deslocação populacional do interior para o litoral). Apenas em 2018 se inverteu a tendência do Porto em perder uma média de 3.000 habitantes por ano. Nos Censos de 2021 a cidade registou cerca de 232 mil habitantes, ainda assim menos 95 mil que no início dos anos 80. Estes números desmentem vários preconceitos que convém contrariar, como por exemplo: a ideia de que “é a especulação imobiliária que está a esvaziar a cidade”; mas também que “só o turismo poderá rejuvenescer a cidade”.
TypeBook part
DescriptionTexto também disponível em inglês. Imagens do autor.
URIhttps://hdl.handle.net/1822/87115
ISBN978-989-9049-41-3
Publisher versionhttps://i2ads.up.pt/en/publicacoes/uccellacci-e-uccellini/
AccessOpen access
Appears in Collections:EAAD - Livros e Capítulos de Livros

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2023 porto quase cosmopolita.pdf10,05 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID