Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/85818

TitleA influência das práticas de gestão de recursos humanos no burnout em profissionais de enfermagem: um estudo exploratório
Other titlesThe influence of human resource management practices on burnout in nursing professionals: an exploratory study
Author(s)Faria, Joana Gonçalves
Advisor(s)Ribeiro, José João Correia Leite
KeywordsGestão de recursos humanos
Burnout
Stresse
Enfermagem
Bem-estar
Prevenção
Hospital
Human resource management
Stress
Nursing
Well-being
Prevention
Issue date24-Jul-2023
Abstract(s)A presente dissertação elaborada no âmbito do Mestrado em Gestão de Recursos Humanos da Universidade do Minho, pretende abordar a problemática da influência das práticas de GRH no desenvolvimento de burnout em profissionais de enfermagem, com especial enfoque na gestão de stresse e de bem-estar nas organizações, analisando as perceções dos enfermeiros relativamente às causas e consequências desta síndrome e ao papel que a GRH adota perante situações de vulnerabilidade mental no trabalho. Constata-se assim que a visão que existe acerca da existência do burnout nas organizações, é algo que ainda precisa de ser mais debatido e explorado na esfera organizacional, para que deixe de ser encarado como um mito e comece-se a encarar as doenças mentais como uma realidade e algo que merece atenção pela gestão de uma organização, pois, acima de tudo, os colaboradores são pessoas e não números. Nos tempos de hoje, o mundo organizacional e a sua gestão são deveras complexas e competitivas. Assim, o stresse pode ser provocado por múltiplos fatores causadores e/ou potenciadores de burnout, como os estilos de liderança, os sistemas de informação/comunicação desadequados, condições de trabalho e desajustes de expetativas. Nesta investigação assume-se uma metodologia de natureza qualitativa, sendo que o objetivo é obter respostas subjetivas, tendo em conta a forma como cada sujeito perspetiva a realidade e a contextualiza. Deste modo, o estudo contou com a participação de 20 enfermeiros, que trabalham quer no setor público quer no setor privado, de forma a coletar dados mais relevantes para a conclusão deste estudo. Procura se, assim, saber se a gestão de recursos humanos de uma organização, se assente nos pilares de gestão e nas boas práticas, trará resultados positivos a médio-longo prazo, no que respeita à saúde mental dos seus colaboradores. Por fim, este tema é visto como algo complexo e transversal, pretendendo contribuir para uma melhor compreensão do stresse provocado pelo trabalho, deixando claro que ainda há um longo caminho a percorrer pela gestão de recursos humanos, no que respeita ao stresse sentido e ao papel que a GRH adota na prevenção e tratamento de doenças mentais, como o burnout, nas organizações.
This dissertation, developed within the scope of the master’s degree in Human Resource Management at the University of Minho, aims to address the influence of HRM practices on the development of burnout in nursing professionals, with a special focus on stress management and well being in organizations, by analyzing nurses' perceptions of the causes and consequences of this syndrome and the role adopted by HRM in situations of mental vulnerability at work. Thus, the existing view about the existence of burnout in organizations is something that still needs to be further discussed and explored in the organizational sphere, so that it is no longer seen as a myth, but as a reality and something that deserves attention by the management of an organization, because, above all, employees are people, not numbers. Nowadays, the organizational world and its management are overly complex and competitive. Thus, stress can be caused by multiple factors that cause and/or enhance burnout, such as leadership styles, inadequate information/communication systems, working conditions, and expectations mismatches. This research assumes a qualitative method, and the aim is to obtain subjective answers, considering the way each subject views reality and contextualizes it. Thus, the study included the participation of 20 nurses, who work in both the public and private sectors, to collect more relevant data for the conclusion of this study. Thus, it looks to know if the human resource management of an organization, if based on the pillars of management and good practices, will bring positive results in the medium to long term, about the mental health of its employees. Finally, this theme is seen as something complex and transversal, intending to contribute to a better understanding of work-related stress, making it clear that there is still a long way to go for human resource management, regarding the stress felt and the role that HRM adopts in the prevention and treatment of mental disorders, such as burnout, in organizations.
TypeMaster thesis
DescriptionProposta de dissertação de mestrado em Gestão de Recursos Humanos
URIhttps://hdl.handle.net/1822/85818
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado
EEG - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Joana Goncalves Faria.pdf619,65 kBAdobe PDFView/Open

This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID