Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/79298

Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorFerreira, Priscilapor
dc.contributor.authorTavares, Lara Patríciopor
dc.contributor.authorLopes, Marta Cardosopor
dc.date.accessioned2022-08-09T16:08:58Z-
dc.date.available2022-08-09T16:08:58Z-
dc.date.issued2021-03-
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1822/79298-
dc.description.abstractEste estudo analisa a evolução do salário (base bruto real) médio, desde a introdução do Euro até 2017, e foca-se no grupo dos trabalhadores por conta de outrem, a tempo completo, com remuneração mensal base completa, com idades compreendidas entre os 18 e os 65 anos. Como a média esconde realidades e padrões de flutuação diversos, estudam-se também medidas de dispersão dos salários (e.g., rácios entre percentis da distribuição salarial). A análise para Portugal é feita usando os Quadros de Pessoal, que permitem estudar praticamente o universo dos trabalhadores portugueses por conta de outrem do sector privado. No entanto, para situar em perspetiva a evolução do salário médio em Portugal, faz-se também uma comparação com três países da União Europeia: a Alemanha, como referência de um salário médio elevado; a Espanha, como referência de uma estrutura institucional e de uma força de trabalho idênticas às portuguesas; e a Polónia, em representação de um país com um salário médio mais baixo do que o português. Ao cobrir vários ciclos económicos da economia portuguesa, este estudo analisa ainda as consequências da Grande Recessão (2008-2012), ao contrastar esse período com as fases de expansão económica que o antecederam e lhe sucederam. Este estudo procura responder às seguintes questões: Que grupos de trabalhadores tiveram taxas de crescimento salarial acima da média entre 2002 e 2017? Que grupos viram o seu salário médio diminuir? Os salários dos portugueses estão cada vez mais iguais ou mais díspares? Qual o impacto da Grande Recessão na evolução dos salários? Como se compara Portugal com outros países europeus, em matéria de evolução do salário médio, da carga fiscal e da produtividade?por
dc.description.sponsorshipFundação Calouste Gulbenkianpor
dc.language.isoporpor
dc.publisherFundação Calouste Gulbenkianpor
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectsalário-basepor
dc.subjectdistribuição dos saláriospor
dc.subjectevoluçãopor
dc.subjectbem-estarpor
dc.subjectenigma salarialpor
dc.subjectprodutividadepor
dc.subjectqualificaçõespor
dc.subjectdemografiapor
dc.subjectdesigualdadepor
dc.titleSalário Médio em Portugal: Retrato atual e evolução recente - Sumário executivopor
dc.typereportpor
dc.peerreviewedyespor
dc.relation.publisherversionhttps://gulbenkian.pt/wp-content/uploads/2022/08/3_FF_SumarioExecutivo_SalarioMedio_pt.pdfpor
oaire.citationStartPage1por
oaire.citationEndPage18por
oaire.citationConferencePlaceLisboapor
dc.subject.fosCiências Sociais::Economia e Gestãopor
oaire.versionVoRpor
dc.subject.odsTrabalho digno e crescimento económicopor
Appears in Collections:NIPE - Relatórios Técnicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
3_FF_SumarioExecutivo_SalarioMedio_pt.pdfO Salário Médio em Portugal: Retrato atual e evolução recente — Sumário Executivo3,33 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID