Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/75995

TitleImpacto clínico, emocional, cognitivo e neuropsicofisiológico de um aroma hedónico em mulheres com cancro da mama a realizar quimioterapia: Implicações na qualidade de vida
Other titlesClinical, emotional, cognitive, and neuropsychophysiological impact of a hedonic aroma in women with breast cancer undergoing chemotherapy: Implications on quality of life
Author(s)Pereira, Marta Alexandra Marques
Advisor(s)Pereira, M. Graça
Izdebski, Pawel
KeywordsAroma hedónico
Cancro da mama
Qualidade de vida
Quimioterapia adjuvante
Hedonic aroma
Breast cancer
Quality of life
Adjuvant chemotherapy
Issue date15-Dec-2021
Abstract(s)O cancro da mama é um importante problema de saúde pública, pela morbilidade e mortalidade associada, continuando a ser o cancro mais comum nas mulheres, a nível europeu. O tratamento de quimioterapia, ao longo da trajetória da doença, é dos momentos mais temidos pelas mulheres, quer pelos efeitos colaterais associados quer pelo impacto na qualidade de vida. O presente trabalho apresenta um design longitudinal e prospetivo, contemplando cinco momentos de avaliação: M0 – momento baseline, antes do tratamento de quimioterapia; M1 – 2º. ciclo de quimioterapia; M2 – 3º. ciclo; M3 – 4º. ciclo e M4 – 3 meses após o término do tratamento de quimioterapia. O objetivo geral visou compreender o impacto de um aroma hedónico em variáveis clínicas, emocionais, cognitivas e neuropsicofisiológicas de mulheres com cancro da mama a realizar tratamento de quimioterapia, no sentido de informar a intervenção com o objetivo de diminuir a ansiedade e depressão e promover a qualidade de vida. Este trabalho envolveu uma amostra de 115 mulheres com cancro da mama em estadio inicial, avaliadas em quatro hospitais da zona norte. O estudo 1 revelou que a qualidade de vida no início do tratamento (M1) não foi afetada apenas pelos efeitos colaterais da quimioterapia, mas pelo efeito cumulativo, resultante, também de fatores que precedem o tratamento (M0). O estudo 2 que é um estudo clínico, controlado e randomizado (RCT), revelou diferenças, nos resultados primários (ansiedade, depressão e qualidade de vida), entre o grupo experimental que inalou o aroma hedónico (óleos essenciais) durante a sessão de quimioterapia e o grupo controlo que apenas realizou o tratamento de quimioterapia, comparando o M1 com o M3. A intervenção com o aroma hedónico assumiu um papel moderador. Finalmente, o estudo 3, que decorre do estudo 2 revelou, no grupo de controlo, a predição temporal da ansiedade M1 em relação à ansiedade durante a intervenção (M3) bem como em relação à depressão e qualidade de vida (M4). No grupo experimental, o papel precursor da ansiedade (M3) em relação à depressão e qualidade de vida (M4) não foi encontrado, mas apenas a predição temporal da ansiedade M1 para a ansiedade durante a intervenção (M3). Por fim, são propostas sugestões para investigações futuras e descritas as implicações teóricas e para a prática clínica, assim como, o impacto societal do estudo na sua globalidade.
Breast cancer is an important public health issue due to its associated morbidity and mortality, still being the most common cancer among women, in Europe. In the course of the disease, chemotherapy is one of the moments women fear the most, because of the associated side effects and its impact on quality of life. This study has a longitudinal and prospective design, comprising five assessment moments: M0 –baseline moment, prior to chemotherapy; M1 – 2nd round of chemotherapy; M2 – 3rd round; M3 – 4th round, and M4 – three months after finishing chemotherapy. The overall goal was to understand the impact of a hedonic aroma on clinical, emotional, cognitive, and neuropsychophysiological variables in women with breast cancer undergoing chemotherapy, in order to inform intervention to decrease anxiety and depression and to promote quality of life. This study involved a sample of 115 women with early-stage breast cancer, assessed in four hospitals in the North of Portugal. Study 1 showed that quality of life when treatment begins (M1) was not only affected by chemotherapy side effects but by the accumulative effect as well, resulting from factors preceding treatment (M0). Study 2, a clinica, controlled and randomised trial (RCT), revealed differences in the primary outcomes (anxiety, depression and quality of life) between the experimental group that inhaled the hedonic aroma (essential oils) during the chemotherapy session, and the control group which only underwent chemotherapy, comparing M1 to M3. Intervention with the hedonic aroma had a moderating role. Finally, study 3, which follows from study 2 showed, in the control group, the temporal prediction of anxiety M1 to anxiety during the intervention (M3) and its temporal prediction regarding depression and quality of life (M4) as well. In the experimental group, the precursor role of anxiety M3 regarding depression and quality of life (M4) was not found, but only the temporal prediction of anxiety M1 to anxiety during the intervention (M3). Suggestions for future research are proposed and the theoretical and clinical practice implications are described, as well as, the societal impact of the study as a whole.
TypeDoctoral thesis
DescriptionTese de Doutoramento em Psicologia Aplicada
URIhttps://hdl.handle.net/1822/75995
AccessEmbargoed access (3 Years)
Appears in Collections:BUM - Teses de Doutoramento
CIPsi - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Marta Alexandra Marques Pereira.pdf
  Until 2024-12-15
4,82 MBAdobe PDFView/Open

This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID