Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/61426

TitleBem-Me-Quero: uma intervenção breve para a promoção de bem-estar em crianças e adolescentes hospitalizados
Other titlesBem-Me-Quero: a brief intervention for a wellness promotion in hospitalized children and adolescents
Author(s)Santana, Carla Gabriela Pinto
Advisor(s)Freire, Teresa
KeywordsBem-estar
Crianças e adolescentes
Desenvolvimento positivo
Hospitalização
Intervenção breve
Brief intervention
Children and adolescents
Hospitalization
Positive development
Well-being
Issue date2019
Abstract(s)Introdução: A hospitalização tende a afetar o percurso desenvolvimental normativo das crianças e adolescentes, influenciando os seus níveis de bem-estar. No hospital, o brincar permite reduzir as emoções e os sentimentos negativos e restaurar a descontinuidade provocada nas suas vidas. Neste sentido, desenvolveu-se uma intervenção breve em grupo, na forma de jogo de tabuleiro, visando promover uma experiência de hospitalização positiva. Objetivos: Este estudo examinou o impacto ao nível do afeto e das perceções acerca do internamento. Adicionalmente, averiguou-se o que os participantes mais gostaram e o que aprenderam. Metodologia: A intervenção foi aplicada num único momento, em hospitais públicos. A amostra inclui 17 participantes com idades compreendidas entre os 10 e os 17 anos, em internamento na Pediatria, há pelo menos 24 horas. Resultados: Os resultados mostraram um aumento de afeto positivo e uma diminuição de afeto negativo comparativamente ao grupo de comparação. Verificou-se uma diminuição acentuada da Perceção Negativa da Experiência de internamento e um aumento da Perceção Positiva da Experiência bem como da Emoções/Sentimentos Positivos. Os resultados qualitativos da apreciação da intervenção por parte do grupo experimental, indicaram uma avaliação positiva. Conclusão: Os resultados confirmam a importância e os efeitos deste tipo de intervenção em contexto hospitalar.
Introduction: Hospitalization tends to affect the normative developmental path of children and adolescents, influencing their levels of well-being. In the hospital, play allows to reduce negative emotions and feelings and restore the disruption that this have caused in their lives. Therefore, a brief group intervention was developed in the form of a board game aiming to promote a positive experience of hospitalization. Objectives: This study analyzed the impact on the level of affection and perceptions about hospitalization. In addition, we found out what the participants liked most as well as what they learned. Methodology: The intervention was applied in a single moment in public hospitals. The sample comprises seventeen participants aged between 10 and 17 years in a pediatric internment, for at least 24 hours. Results: The results showed an increase in positive affect and a decrease in negative affect on the experimental group comparing to the comparison group. There was a marked decrease in the Negative Perception of the Internment Experience and an increase in the Positive Perception of Experience, as well as in Emotionality/Positive Feelings. The qualitative results of the evaluation of the intervention by the experimental group indicated a positive evaluation. Conclusion: The results confirm the importance and the effects of this type of intervention in a hospital context.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado integrado em Psicologia
URIhttps://hdl.handle.net/1822/61426
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Carla_Santana_Dissertação_de_Mestrado.pdf1,22 MBAdobe PDFView/Open

This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID