Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/48718

TitleDesenvolvimento motor e características empreendedoras em crianças. Que relação?
Other titlesMotor development and entrepreneurial traits in children. What relationship?
Author(s)Silva, Inês Peixoto
Advisor(s)Pereira, Beatriz Oliveira
Teixeira, Amélia Castro
KeywordsDesempenho motor
Características empreendedoras
Jogo
Recreio
História recriada
Criança
Motor skills
Entrepreneurial traits
Play
Recess
Recreated story
Children
Issue date7-Mar-2017
Abstract(s)O desenvolvimento motor da criança é uma área em crescendo onde existem já vários estudos que procuram entender o seu processo, causas e efeitos. Também a área do empreendedorismo tem sofrido um grande crescimento nas últimas décadas, essencialmente no mundo empresarial. Reconhecendo a importância de ambas as áreas o objetivo da presente investigação é verificar e compreender a relação entre o desenvolvimento motor da criança e as suas características empreendedoras. A relevância do estudo resultou do seu caráter inovador devido à ausência de trabalhos científicos que relacionam, em crianças, o desenvolvimento motor e o empreendedorismo. Metodologia - Delineamento da investigação: Estudo de caso de natureza exploratória com recurso a metodologias mistas. Participaram neste estudo 37 alunos, sendo 18 do 1º ano e 19 do 3º ano de escolaridade. Instrumentos: Para a determinação do desenvolvimento motor das crianças foi aplicado o Test of Gross Motor Developement, second edition (TGMD-2). Para determinação das características empreendedoras em crianças foi realizada observação e registo em áudio em três contextos: jogo estruturado; recreio enriquecido e narração de história. A observação teve por base um guião construído segundo a revisão da literatura. Resultados: Os resultados apresentam-se organizados em cinco estudos sendo o primeiro relativo ao desempenho motor das crianças, o segundo, terceiro e quarto às suas características empreendedoras sendo cada estudo referente a um contexto de observação e o último relaciona o desempenho motor das crianças e as suas características empreendedoras. Verificou-se uma associação estatisticamente significativa entre o nível de desempenho motor e a idade favorecendo os alunos mais novos; Os meninos apresentaram um melhor desempenho ao nível das habilidades de controlo de objetos e as meninas ao nível das habilidades de locomoção. Concluímos que as características empreendedoras que mais se observaram independentemente de ser um comportamento positivo (CP) ou inverso (CI), em contexto de jogo estruturado foram a “Assunção do risco” e “Relações Interpessoais”, em contexto de recreio enriquecido foram a “Autoconfiança” e “Relações Interpessoais” e em contexto de narração de história recriada foram a “Autoconfiança” e “Relações Interpessoais”; Ao relacionar o desempenho motor com as características empreendedoras concluímos que as crianças com melhor desempenho motor ao nível do score bruto total e das habilidades motoras de controlo de objetos tendem a ser as que frequentam o 3º ano de escolaridade e as que revelam menor propensão a CI de “Autoconfiança” e “Persistência /resistência ao fracasso” e também que as crianças com melhor score bruto nas habilidades motoras de locomoção são também aquelas que, em contexto de recreio, tem maior propensão para apresentar CP da “Assunção do risco” tais como ponderar os riscos antes de agir ou de não ter medo de fracassar. Em síntese, verificou-se a existência de uma relação entre o desempenho motor das crianças e as características empreendedoras “Autoconfiança”, “Persistência/Resistência ao fracasso” e “Assunção do Risco” em contexto de recreio.
Children’s motor development is a growing field of research where there are already many studies that seek for understanding its process, causes and effects. Entrepreneurship has also observed a significant increase as a research field in the last few decades, especially in the business sector. Knowing the importance of these two fields, the objective of the present investigation is to verify and understand the relation between children’s motor development and entrepreneurial traits. The relevance of the study results from its innovating character in a context of absence of scientific papers that relate motor development and entrepreneurship in children. Methodology - Design of the research: Exploratory case study using mixed methodologies. 37 students participated in this study, 18 of the 1st grade and 19 of the 3rd grade. Instruments: To determine the children’s motor skills - Test of Gross Motor development, second edition (TGMD-2); To determine entrepreneurial traits in children we observed them in three contexts: structured play; enriched recess and recreated story narration. The observation was based on a script built according to the literature review. Results: The results are organized in 5 studies, the first one is related to children's motor skills, the second, third and fourth are related to their entrepreneurial traits, each study according to an observational context and the last one is related to the children’s motor skills and their entrepreneurial traits. It was found a statistically significant association between the level of motor skills and age, favoring the younger students; Boys showed a better performance in the object control skills and girls had a better performance in the locomotor skills. The entrepreneurial characteristics that were more often observed whether as a positive or opposite behavior, in a context of structured play, were “Risk Taking” and “Interpersonal Relations”, in a context of enriched recess were “Self-Confidence” and “Interpersonal Relations” and in the context of recreated story narration were “Self-Confidence” and “Interpersonal Relations”. When relating the motor skills with entrepreneurial traits we conclude that children with better motor skills through total raw scores and subtest raw scores for object control skills tend to be in the 3rd grade and show the lowest propensity to opposite behavior of “Self-Confidence” and “Resilience to failure” and also, children with better subtest raw scores for locomotor skills are also those who show positive behavior of “Risk taking” such as weigh the risks before acting or not to be afraid to fail. To resume, it was found that in recess context, there is a relationship between children's motor skills and some entrepreneurial traits, most notably, “Self-confidence”, “Resilience to failure” and “Risk taking”.
TypeDoctoral thesis
DescriptionTese de Doutoramento em Estudos da Criança (Especialização em Educação Física, Lazer e Recreação)
URIhttp://hdl.handle.net/1822/48718
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ines_Peixoto_Silva.pdf3,75 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID