Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/38626

TitleComo é que os casais experienciam o relacionamento íntimo após o diagnóstico de cancro?
Other titlesHow couples experience their intimate relationship after cancer diagnosis?
Author(s)Alves, Alexandra Paula Moreira Sousa
Advisor(s)Arantes, Joana
KeywordsCancro
Casais
Qualidade da relação
Satisfação com relacionamento sexual
Intimidade
Cancer
Couples
Quality of the relationship
Sexual relationship satisfaction
Intimacy
Issue date2015
Abstract(s)O diagnóstico e o tratamento do cancro representam um desafio para os doentes e para os seus parceiros e podem conduzir a alterações nos seus quotidianos e no relacionamento íntima. O presente estudo tem como objetivo perceber como é que os casais experienciam o relacionamento após o diagnóstico de cancro, mais especificamente se existe diferenças entre os membros da díade na perceção da qualidade do relacionamento, na satisfação com relacionamento sexual e na intimidade, e se estas variáveis estão correlacionadas entre si. A amostra foi composta por 35 do sexo feminino (35,70%) e 14 doentes do sexo masculino (14,30%) com diversos tipos de cancro, e respetivos parceiros. Os resultados encontrados apontam que não há diferenças entre os doentes e os seus parceiros quanto à perceção da qualidade da relação. Contudo apontam para que os parceiros se encontrem mais satisfeitos com o funcionamento sexual e os doentes percecionem o seu relacionamento como sendo mais íntimo do que os seus parceiros. Verificou-se ainda que as variáveis do estudo estão correlacionadas entre si, sendo que quando maior a qualidade do relacionamento, maior a satisfação com relacionamento sexual e maior é a perceção de intimidade do doente e do parceiro.
Cancer diagnosis and consequent treatment represent a challenge to patients and their partners, since they can lead to daily changes as well as to changes in the intimate relationship. The present study aims to investigate how couples experience their relationship after cancer diagnosis. Specifically, we intended to investigate if there are differences between both members of the couple regarding quality of the relationship, sexual relationship satisfaction and intimacy, as well as to analyze if these variables are correlated. The sample comprised 35 female (35.70%) and 14 male (14.30%) cancer patients and their partners. Results showed that there was no differences between the patients and their partners regarding their perception of their relationship quality. However, they showed that the partners were more satisfied with their sexual functioning than the patients, and that patients perceived their relationship has having more intimacy when compared to their partners. Additionally, the variables studied were found to be correlated, which means that the higher participants perceive their relationship quality, the more sexually relationship satisfied they feel, and the greater is their perception of intimacy.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado integrado em Psicologia
URIhttps://hdl.handle.net/1822/38626
AccessRestricted access (UMinho)
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Alexandra Paula Moreira Sousa Alves.pdf
  Restricted access
1,83 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID