Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/21662

Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorMachado, Maria Manuela Pereira-
dc.contributor.authorCainé, João-
dc.contributor.authorRosário, Rafaela-
dc.contributor.authorMagalhães, Maria Manuela Almendra-
dc.contributor.authorNovais, Rui Manuel Freitas-
dc.contributor.authorAraújo, Odete-
dc.contributor.authorSousa, Marco-
dc.contributor.authorBraga, Maria de Fátima Dias-
dc.date.accessioned2012-12-18T11:25:09Z-
dc.date.available2012-12-18T11:25:09Z-
dc.date.issued2012-
dc.date.submitted2012-09-
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1822/21662-
dc.description.abstractO fenómeno da Adesão tem sido amplamente estudado, tal é a magnitude do problema da não adesão e a sua importância para a saúde das pessoas e para a economia mundial . As consequências da não adesão são tão graves que justificam um maior investimento e em larga escala, nas medidas de promoção da adesão e na eliminação dos obstáculos ao cumprimento do regime terapêutico. Objetivos Monitorizar o risco de não-adesão das pessoas com doença crónica, em episódio de internamento hospitalar; Identificar os diagnósticos de enfermagem, mais associados ao risco de não-adesão; Identificar possíveis relações entre as variáveis sociodemográficas, a doença e o risco de não-adesão. Materiais e métodos Participaram no estudo 78 pessoas com doença crónica. Utilizamos o instrumento de avaliação do risco da não-adesão, do catálogo CIPE: estabelecer parcerias com os indivíduos e as famílias para promover a adesão ao tratamento. Resultados Risco médio de não adesão 5,06. Diagnósticos mais frequentes: défice de conhecimentos; complexidade do regime; défice sensorial; não-adesão; memória comprometida e analfabetismo. Em média as mulheres e as pessoas de proveniência rural têm maior risco. A DPOC é a doença que implica mais reinternamentos, por agudização. Conclusão A avaliação do risco de não-adesão, em momentos críticos, como um episódio de internamento, pode contribuir para melhorar a adesão, a saúde, o bem-estar e a qualidade de vida das pessoas com doença crónica.por
dc.language.isoporpor
dc.publisherUniversidade Católica Portuguesa. Instituto de Ciências da Saúde do Portopor
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectAdesãopor
dc.subjectRegime terapeuticopor
dc.subjectDoença crónicapor
dc.titleA adesão ao regime terapêutico das pessoas com doença crónica: avaliação do risco de não-adesãopor
dc.typepanelPresentation-
dc.peerreviewedyespor
sdum.publicationstatusin publicationpor
oaire.citationConferenceDate29 - 30 de out. 2012por
sdum.event.typemeetingpor
oaire.citationConferencePlacePorto, Portugalpor
oaire.citationTitleVII Encontro Lusobrasileiro de Enfermagempor
sdum.conferencePublicationVII Encontro Lusobrasileiro de Enfermagempor
Appears in Collections:ESE-CIE - Livros de atas / Papers in conference proceedings

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VII Encontro lusobrasileiro - Adesão ao RT das pessoas com doença crónica.pdfComunicação apresentada no encontro725,12 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID