Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/20776

TitleAnálise das condições ergonómicas das salas de aula do primeiro ciclo do ensino básico
Author(s)Gonçalves, Maria Antónia
Advisor(s)Arezes, P.
KeywordsMobiliário
Escola
Antropometria
Alunos
Ergonomia
Postura
School
Furniture
Anthropometrics
Students
Ergonomics
Posture
Issue date12-Jun-2012
Abstract(s)As escolas estão sujeitas a fatores de risco tal como qualquer outro local de trabalho. Contudo, estas recebem alunos que, sendo muito jovens, desconhecem os possíveis perigos para a segurança e saúde que possam advir das condições físicas existente nas salas de aulas, tornando-os num grupo particularmente vulnerável. O mobiliário escolar e um elemento de elevada importância na organização escolar, dado ser parte integrante do espago físico de uma escola. A incompatibilidade entre as dimensões do mobiliário e as medidas antropométricas dos seus utilizadores esta fortemente associada as dores nas costas e no pescoço referidas pelas crianças em idade escolar, bem como a efeitos nocivos ao nível cognitivo, como a hiperatividade, falta de interesse e consequente baixo rendimento na aprendizagem. Apesar de numa primeira fase se pretender constituir um diagnóstico do cenário existente, o foco da atual tese centrou-se na definição dos parâmetros de referência para a conceção do mobiliário escolar para alunos do primeiro ciclo do ensino básico, tendo em consideração a caracterização e análise de uma amostra previamente selecionada. Por não existir publicada uma base de dados referente aos dados antropométricos relevantes para este estudo, ou seja, relativos a crianças portuguesas da faixa etária pretendida, foi necessário proceder a um levantamento destes dados e ao desenvolvimento de uma ferramenta de recolha que agilizasse este processo. Na posse destes dados e com base em critérios de (in)compatibilidade para o mobiliário escolar, resultantes de estudos anteriores, foi analisada a adequabilidade do mobiliário atual. Desta análise verificou-se que a situação portuguesa não difere muito de outras realidades, verificando-se um desajustamento significativo entre as dimensões do mobiliário escolar e as medidas antropométricas dos alunos. Do tratamento dos dados antropométricos da amostra, foi possível definir valores de referência para o dimensionamento do mobiliário escolar para as escolas do primeiro ciclo do ensino básico (EB1), bem como desenvolver um guia metodológico para ajustamento do mobiliário em função da estatura das crianças. Estes resultados revelam-se de uma primordial mais-valia, na medida em que proporcionam uma base científica para a construção de um novo conceito de mobiliário escolar para as EB1, ajustável e compatível com as dimensões antropometrias da população utilizadora, contribuindo para uma escola segura e saudável e potenciadora de bons hábitos posturais.
Schools are subject to risk factors as much as any other workplace. However, schools receive very young children who are unaware of the potential health and safety hazards that could result from the existing physical conditions in the classrooms, making them a particularly vulnerable group. The school furniture is a relevant element of the school organization, as it is a fundamental part of the school physical space. A literature review on this subject seems to reveal that the mismatch between classroom furniture and students’ body dimensions is strongly associated to back and neck pain reported by children during their school years, as well as to harmful effects at a cognitive level, such as hyperactivity, lack of interest and consequent low learning performance. Although the first stage of this project intended to provide a diagnosis of the existing scenario, the focus of the current thesis was to set the benchmark for designing school furniture for Portuguese primary schools, taking into account the characterization and analysis of a previously selected sample of students. Due the lack of published databases of anthropometric data relevant to this study, i.e., considering Portuguese children within the considered age group, it was necessary to conduct an anthropometric survey and to develop a tool to expedite the data collection process. Considering these data and on the basis of assumed (mis)match criteria for school furniture, defined in previous studies, the appropriateness of the currently used furniture was analysed. From this analysis it was verified that the Portuguese situation is not much different from other realities, confirming that there is a significant mismatch between the dimensions of school furniture and the anthropometric characteristics of students. According to the collected anthropometric data and its treatment, it was possible to set benchmarks for the design of school furniture for Portuguese primary schools, as well as to develop a methodological guide for adjusting the furniture according to the students’ height. The obtained results seem to be very relevant, as they provide a scientific basis for the design and construction of a new concept of school furniture for Portuguese primary schools, which is adjustable and compatible with the anthropometric dimensions of the considered population of users, thus contributing to safe and healthy schools and enhancing good postural habits.
TypedoctoralThesis
DescriptionTese de doutoramento em Engenharia Industrial e de Sistemas
URIhttp://hdl.handle.net/1822/20776
101398344
AccessopenAccess
Appears in Collections:BUM - Teses de Doutoramento
DPS - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese Doct MAG_2012.pdf14,44 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis