Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/56718

TitleAs questões de género no manual escolar: uma abordagem linguística
Author(s)Castro, Teresa
Ramos, Rui Lima
KeywordsCriança
Manual escolar
Género
Child
School textbook
Gender
Issue date2018
PublisherUniversidade do Vale do Rio dos Sinos Av. Unisinos, 950 - Caixa Postal 275 Sao Leopoldo - RS CEP 93022-000
JournalCalidoscópio
CitationCASTRO, T.; RAMOS, R. (2018). As questões de género no manual escolar: uma abordagem linguística. Calidoscópio, 16:2, pp. 328-339
Abstract(s)No presente estudo analisam-se textos de manuais/livros escolares utilizados no Ensino Básico de Portugal, pretendendo-se revelar as representações que estes constroem das crianças e da infância, por meio dos mecanismos linguísticos de atribuição de papéis estereotipados às crianças, consoante o género a que pertencem. A investigação inscreve-se no domínio abrangente dos Estudos da Criança, mas dá especial importância à materialidade linguística dos textos, tendo por base os pressupostos da Análise do Discurso. Conclui que as crianças representadas nos textos são retratadas de forma diferente, consoante o sexo a que pertencem: enquanto as crianças do sexo masculino são caracterizadas como dominadoras, corajosas e audazes, as do sexo feminino apresentam traços de fragilidade e submissão. Esses estereótipos funcionam como “naturalizadores” dos papéis sociais dos leitores e configuram, assim, importantes aspetos da sociedade em construção.
This study presents an analysis of school textbooks used in the Basic Education in Portugal and aims at revealing the representations they construct from children and childhood, through the linguistic means that allocate stereotyped roles to children, based on the gender to which they belong. This research is framed within the comprehensive field of Child Studies, however, it attaches specialemphasis to the linguistic materiality of texts, based on the assumptions of Discourse Analysis. It concludes that the children represented in the texts are portrayed differently, according to the sex to which they belong: while male children are characterized as commanding, brave,and audacious, while female children show traces of fragility and submissiveness. These stereotypes work as “naturalizers” of the social role models among readers and, therefore, shape important aspects of the society under construction.
TypeArticle
URIhttp://hdl.handle.net/1822/56718
DOI10.4013/cld.2018.162.14
ISSN2177-6202
Publisher versionhttp://revistas.unisinos.br/index.php/calidoscopio/article/view/cld.2018.162.14/60746459
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CIEC - Artigos (Papers)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Castro e Ramos, 2018.pdf837,08 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID