Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/53871

TitleHomo numericus: O homem numa abordagem facetada e interdisciplinar
Author(s)Forjaz, Maria Antónia
Nobre, Alexandra
Almeida Aguiar, Cristina
Maciel, Marina
Almeida, M. J.
KeywordsInterdisciplinaridade
Homem
Comunicação de ciência
Públicos
Issue date2014
PublisherSciCom Pt (Rede de Comunicação de Ciência e Tecnologia de Portugal)
Abstract(s)Numa sociedade onde a informação e o conhecimento são fatores cada vez mais intrínsecos à vida social, política e económica, percebe-se a relevância da literacia com dimensões que vão além das competências básicas (ler, escrever e contar). A forma como cada um utiliza o conhecimento matemático traduz o seu domínio da literacia matemática. A relevância ao número, à aritmética e a situações quantitativas do dia a dia, de algumas definições, é uma “perspetiva redutora e pobre da matemática escolar" [1], sendo imprescindível desenvolver outras capacidades como: intuição, capacidade de explorar situações da vida real, raciocinar e exprimir os raciocínios, e comunicar [2]. Assim, a aplicação da matemática emerge de situações do mundo real, com significado para os intervenientes, e com caráter interdisciplinar. O desenvolvimento da literacia passa a ser considerado um processo dinâmico, participativo, facilitado pela Ciência da Comunicação que procura induzir nos indivíduos respostas segundo a tipologia (Awareness, Enjoyment, Interest, Opinion-forming e Understanding) [3]. Homo numericus, uma atividade, desenvolvida pelo STOL - Science Through Our Lives, pretende interligar a Biologia e a Matemática traduzindo em números curiosidades do corpo humano e da relação do Homem - ambiente. Inclui uma série de cartazes infográficos onde elementos visuais atraentes se aliam a frases curtas e assertivas. Qual o comprimento total dos capilares do nosso corpo? Qual a proporção entre o comprimento do pé e a altura num adulto? - são exemplos de questões cujas respostas, "em números", se encontram nos cartazes. A atividade inclui materiais manipuláveis (recicláveis, na maioria) que concretizam de forma simples alguns dos números abordados, tornando percetíveis ideias, eventualmente abstratas. Um jogo baseado nas proporções do Homem de Vitrúvio integra também o conjunto. Esta atividade tem sido desenvolvida em diferentes âmbitos (festivais de Ciência como por exemplo a NEI13 e escolas). Um estudo levado a cabo com 115 alunos de uma escola (3º, 4º e 6º anos) com idades entre 8 e 12 anos, indica que 72% dos alunos nunca tinham participado em atividades deste tipo e que 90% gostaram dos cartazes pois ficaram a saber mais sobre ciência. Os “manipuláveis”, considerados muito variados por 54% dos alunos, ajudaram a perceber melhor o corpo humano (59%). Nesta comunicação pretende-se apresentar em detalhe o projeto, os seus objetivos, a expansão das temáticas a abordar e as formas de utilização.
TypeAbstract
URIhttp://hdl.handle.net/1822/53871
Publisher versionhttp://scicom.up.pt/resumos/SciComPT2014_Livro_de_Resumos_V1.1.pdf
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:DBio - Comunicações/Communications in Congresses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
livro de resumos.pdf1,67 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID