Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/53770

TitleHomo numericus – O ovo de Colombo e o outro lado do biombo
Author(s)Batista, José
Meleiro, Gina
Cerqueira, Gracinda
Peixoto, Dores
Baía, Isabel
Almeida Aguiar, Cristina
Forjaz, Maria Antónia
Almeida, M. J.
Marina Maciel
Nobre, A.
KeywordsHomem
Comunicação de Ciência
Exposições
Ciência e Arte
Educação não formal
Issue date2015
Abstract(s)A Escola Secundária Carlos Amarante (ESCA) em Braga, sede de um mega-agrupamento com 3500 alunos que engloba todos os níveis de ensino regular e recorrente, possui perto de dois mil alunos do ensino básico/ secundário e duas centenas de professores. Como em qualquer escola, tem alunos com vontade de aprender e outros a quem estratégias que promovam a motivação e facilitem a aprendizagem farão toda a diferença. Homo numericus (Hn) é um projecto do grupo STOL já apresentado no SciCom 14 e consiste num conjunto de materiais manipuláveis associados a oito cartazes infográficos de cariz multidisciplinar, que abordam aspectos do corpo humano e da relação do Homem com o ambiente, utilizando os números como mote. Hn tem sido alvo de crescimento, desde a sua génese há menos de dois anos e, neste período, já esteve patente em diversas festivais de Ciência e instituições, entre bibliotecas públicas e escolas de diversos níveis de ensino, sendo sempre evidente a enorme curiosidade e o entusiasmo que desperta no público visitante (desde crianças a adultos). Foi com o objectivo de motivar os alunos que o grupo de professores de biologia e geologia e a biblioteca da ESCA requisitaram a exposição Hn durante 5 semanas (Out-Nov 2014) e a expuseram num local de fácil acesso, o corredor da biblioteca. Para optimizar a acção foram desenhadas estratégias de operacionalização e de avaliação dos resultados. No primeiro caso, para além da visita individual por qualquer elemento da comunidade escolar (ou extra-escola como ocorreu devido à divulgação na imprensa local), foi garantida a visita a pelo menos um terço dos alunos cobrindo todos os níveis de ensino, com o acompanhamento de um professor (da área de ciências ou outra), no âmbito de uma aula. As presenças por grupo ultrapassaram as 800 visitas suplantando o objectivo inicial. Quanto à estratégia de avaliação, foi composta por: (i) inquérito, após visita, aplicado aleatoriamente a uma turma de cada ano de escolaridade, correspondendo a cerca de 9% dos alunos de cursos diurnos e mais de 20% dos alunos com visita acompanhada, (ii) análise dos comentários depositados numa caixa deixada para o efeito no local da exposição, (iii) registo escrito da opinião dos professores visitantes e (iv) registo fotográfico e acompanhamento constante por parte das funcionárias da biblioteca. Nesta comunicação serão apresentados a análise crítica e os resultados da avaliação da acção.
TypePoster
URIhttp://hdl.handle.net/1822/53770
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:DBio - Comunicações/Communications in Congresses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
P64 Homo numericus ANobre.pdf8,24 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID