Centro de Ética, Política e Sociedade | Centre for Ethics, Politics and Society : [272] Statistics

Logo

O Centro de Ética, Política e Sociedade (CEPS) constitui uma subunidade orgânica de investigação do Instituto de Letras e Ciências Humanas da Universidade do Minho criada pela Deliberação do Conselho Geral da UMinho nº 3/2017 de 27 de março. O seu registo como Unidade de I&D FCT ocorrerá previsivelmente depois de outubro de 2017, altura oficialmente anunciada para a abertura da avaliação para financiamento dos centros de investigação no período plurianual 2018-2022.

O CEPS resulta da evolução natural do Grupo de Teoria Política em funcionamento desde 2008 no Centro de Estudos Humanísticos do ILCH da UM (ver http://www.grupoteoriapolitica.org/), cuja experiência acumulada permitiu criar uma cultura própria de investigação, uma comunidade de investigadores, juntando docentes da UM, professores de outras universidades, investigadores pós-doutorais e alguns doutorandos, e, por efeito da sua própria dinâmica, uma gradual diversificação e alargamento.

Único centro de investigação em Portugal especializado nos domínios da Teoria Política e da Ética Aplicada, o CEPS conta atualmente com duas dezenas de investigadores integrados e outros tantos em regime de colaboração.

O CEPS é um centro de investigação em Filosofia aberto às contribuições de outras ciências sociais e humanas. Os paradigmas teóricos que utiliza são os da Ética e da Filosofia Política. Estes paradigmas conheceram uma notável evolução desde os anos setenta do século XX, formando hoje um enquadramento de investigação facilmente reconhecível e com uma considerável autonomia face a outras disciplinas filosóficas. A perspectiva distintamente ético-política do CEPS leva-o a um enfoque especial nas instituições sociais, mais do que nos comportamentos individuais. O CEPS está particularmente interessado em estudar e avaliar alguns tipos de instituições e práticas no mundo contemporâneo, a partir da perspectiva ético-política: as da democracia constitucional, as da justiça social e as da intervenção tecnológica e sua relação com a qualidade de vida das populações. O estudo destas práticas é realizado, respectivamente, no quadro das teorias da legitimidade política, no das concepções normativas da justiça social, e no da ética aplicada à tecnologia e às populações, não esquecendo a reconstrução histórica de todos esses quadros teóricos. Assim, a investigação do CEPS tem a característica específica de, sendo embora teórica e historicamente informada no âmbito da Ética e da Filosofia Política, incidir em áreas e temas com especial relevância social e aplicação prática no mundo contemporâneo.

Browse