Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/45263

TitleBuilt heritage and tourism on the silk road: Caravanserais in Isfahan, Iran
Author(s)Sararoudi, Mohammad Bagherian
Advisor(s)Sarmento, João Carlos Vicente
Issue date19-Dec-2016
Abstract(s)Caravanserais as an inheritance of the movement of people and goods on the Silk Road are considered as one of the major elements of Islamic historic cities. One of the cities that greatly benefited from the movement of people on the Silk Road is the 17th and 18th century capital of Persia (Iran), Isfahan. In the last century, many caravanserais in urban areas of Islamic cities (Isfahan included) were considered a disproportionate element in the idea of a progressive city, and many were demolished and disappeared. Meanwhile, tourism as the major consumer of built heritage can potentially play a significant role in conserving these monuments, particularly, special interested tourists and above all ‘cultural tourism’ and ‘route tourism’ subsets. This research investigates the contemporary importance of the Silk Road, understood as an historical trade route and a metaphor for the age of information in which we live in, but especially as a route with great tourism potential. The research analyzes the multiple ways in which religion, society, heritage, government and culture are interrelated with each other on the Silk Road and in particular through caravanserais in Islamic cities. The central premise of the research is to evaluate how caravanserais as a product of the movement of people along the ancient Silk Road are embedded in the socio-cultural structure of Isfahan as an Islamic historic city and how major stakeholders such as waqf institution, owners and the Isfahan cultural heritage, handicraft and tourism organization are perceiving and consequently influencing the dynamics in these built heritage. For the purpose of achieving this central premise, qualitative and quantitative methodology is used through archival work, observation, questionnaires and interviews. In this regard, i) questionnaires were distributed among tourists traveling overland on the Silk Road for understanding their motivations, preferences, perceived barriers and spatial distribution on the Silk Road; and ii) a semi structured interview was performed with the major stakeholders involved in the current situation of the caravanserais in Isfahan. It is the complex manner in which tourists travel the Silk Road that illustrates the interest in using caravanserais as one of the major types of accommodation on the route for better experiencing the Silk Road. However, caravanserais in the urban areas of the Silk Road cities are facing multiple issues, including an opposed perception of built heritage by different stakeholders, which are leading many into a great stage of disrepair and disappearance.
Os caravanserais, enquanto herança do movimento de pessoas e bens na Rota da Seda, são considerados um dos mais importantes elementos das cidades históricas Islâmicas. Uma das cidades que beneficiou grandemente do movimento de pessoas na Rota da Seda é a cidade que nos séculos XVII e XVIII foi a capital da Pérsia (Irão) – Isfaão. No último século, muitos caravanserais das zonas urbanas de cidades Islâmicas (incluindo também Isfaão) foram consideradas um elemento desproporcional da ideia de uma cidade progressista, e como tal muitos foram demolidos e desapareceram. Ao mesmo tempo, o turismo enquanto grande consumidor do património edificado pode potencialmente desempenhar um papel significativo na conservação destes monumentos, particularmente os turistas com interesses especiais, e acima de tudo o "turismo cultural", nomeadamente o “turismo de rotas”. Esta pesquisa investiga a importância contemporânea da Rota da Seda, entendida como uma rota de comércio histórico e uma metáfora da era da informação em que vivemos, mas sobretudo como uma rota com grande potencial turístico. A pesquisa analisa as múltiplas formas em que a religião, a sociedade, a herança, o governo e a cultura estão inter-relacionados uns com os outros na Rota da Seda, em particular através dos caravanserais nas cidades Islâmicas. A premissa central desta pesquisa é avaliar como é que os caravanserais, enquanto produto do movimento de pessoas ao longo da antiga Rota da Seda, são incorporados na estrutura sociocultural de uma cidade histórica Islâmica como Isfaão. Além disso a pesquisa pretende analisar um dos mais importantes stakeholders - as instituições waqf enquanto proprietários do grande património cultural, do artesanato e do turismo de Isfaão – e verificar de que forma estes stakeholders percebem e, consequentemente, influenciam a dinâmica deste património edificado. De forma a se conseguir alcançar esta premissa central, é utilizada metodologia qualitativa e quantitativa materializada através de trabalho de arquivo, observação, questionários e entrevistas. Assim, i) os questionários foram distribuídos por turistas que viajam, por terra, na Rota da Seda, de forma a conseguirmos compreender as suas motivações, as suas preferências, as barreiras identificadas, assim como a sua perceção sobre a distribuição espacial da Rota da Seda; ii) as entrevistas semi-estruturadas foram realizadas aos principais atores envolvidos na situação atual dos caravanserais em Isfaão. É a forma complexa como os turistas que viajam através da Rota da Seda que ilustra o interesse em usar os caravanserais como um dos principais tipos de alojamento que permitem uma melhor experiência na Rota da Seda. No entanto, os caravanserais nas áreas urbanas das cidades da Rota da Seda enfrentam vários problemas, incluindo uma perceção oposta de diversos stakeholders relativa a outro tipo de património construído. Em consequência muitos, caravanserais estão em avançado estado de abandono e poderão mesmo desaparecer.
TypeDoctoral thesis
DescriptionTese de doutoramento em Geografia (Especialidade em Geografia Humana)
URIhttp://hdl.handle.net/1822/45263
AccessEmbargoed access (3 Years)
Appears in Collections:BUM - Teses de Doutoramento
GEO - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Mohammad Bagherian-Sararoudi.pdf
  Restricted access
70,85 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy!

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID