Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/30461

TitleA "saída do armário" : um estudo exploratório com mães e pais de lésbicas e gays
Author(s)Ferreira, Andreia Manuela Fernandes
Advisor(s)Saavedra, Luísa
Keywords“Saída do armário”
Orientação sexual
Identidade sexual
Núcleo familiar
LGBT
"Coming out”
Sexual orientation
Sexual identity
Nuclear family
Issue date2012
Abstract(s)As reações parentais, em relação à “saída do armário”, envolvem percursos que, ainda, não estão totalmente compreendidos. A evolução social permitiu que emergissem novas conceções dos pais e mães em relação à orientação sexual dos progenitores, superando-se assim, as visões mais tradicionais de família. Este estudo empírico teve como principais objetivos avaliar o modo como pais e mães gerem a “saída do armário” dos seus filhos; as reações parentais que marcam este processo e que estratégias são utilizadas na aceitação e integração da orientação sexual dos filhos e filhas. Os participantes são seis figuras parentais (cinco mães e um pai) cujos filhos já tenham feito o coming out. A idade da amostra, no momento da entrevista, varia entre os 52 e os 70 anos (M=59.33; DP=7.37). O instrumento aplicado para a recolha de dados foi a entrevista semiestruturada, através da utilização de um guião, previamente estruturado. Este continha oito questões fundamentadas nas seguintes linhas: (1) avaliar se existe um padrão de resposta dos progenitores, no modo como gerem o coming out dos filhos e filhas; (2) que estratégias usam durante este processo e (3) que mudanças ocorrem nas relações da família nuclear, durante e após o processo de “saída do armário” dos filhos e filhas. As entrevistas foram analisadas seguindo os pressupostos da Análise temática. Os dados recolhidos sugerem que existem reações parentais comuns em quase todos os casos avaliados (negação, medos, aceitação). No entanto, verificaram-se diferenças individuais e situacionais, pelo facto das reações não ocorrerem segundo um continuum ou ordem específica, mas sim consoante o contexto/situação. O associativismo, a partilha de experiências e a procura de informação acerca da orientação sexual foram as estratégias mais recorrentes. Relativamente à mudança, a maioria das figuras parentais refere que ainda se encontra a adaptar às questões do casamento homossexual e da possibilidade da adoção. Finalmente sugere-se que em investigações futuras haja um maior enfoque no papel que a família nuclear desempenha na vida das minorias sexuais.
The parental reactions in relation to "coming out", involve pathways that also are not fully understood. Social evolution has allowed the appearance of new concepts from parents regarding the sexual orientation of their descendents, thus surpassing more traditional views of family. The main purposes of this empirical study, is to show how the parents handle the out-coming of their descendants; parental reactions that characterize this process and strategies that are used in the acceptance and integration of the sexual orientation of their sons and daughters. Participants are six parental figures (five mothers and one father), who´s son´s or daughter’s already had done their own “coming out”. The age of the sample, at the time of interview, varies between 52 and 70 years old. The instrument used for collecting data was the semi-structured interview using a script, previously designed. This was composed by eight questions based on the fallowing guideline: (1) to evaluate whether there is a pattern of response of the parents, in the way they manage the “coming out” of the sons and daughters (2) what strategies do they use doing this process and (3). changes that occur in the relations of the nuclear family, during and after the process of "coming out" of their sons and daughters. The interviews were analyzed following the assumptions of Thematic Analysis. The data collected suggests that there are common parental reactions in all cases evaluated (denial, fears and acceptance). However, there were individual differences and situational, in that the reactions do not occur according to a continuum or specific order, but are influenced by the context/situation. Sharing the information, experiences in associations, and the search for information about the sexual orientation were the strategies more used. Regarding the change, most of the parental figures are still adapting to issues of gay marriage and the possibility of adoption. Finally it is suggested that in future investigations there is a greater focus on the role that the nuclear family plays in the lives of sexual minorities.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado integrado em Psicologia (área de especialização em Psicologia Escolar e da Educação)
URIhttp://hdl.handle.net/1822/30461
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado Integrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Andreia Manuela Fernandes Ferreira.pdf1,97 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID