Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/28852

TitleA sustentabilidade dos materiais de construção
Author(s)Torgal, Fernando Pacheco
Jalali, Said
KeywordsSustentabilidade
Construção
Materiais
Toxicidade
Energia
Resíduos de construção e demolição
Ligantes
Unidades para alvenarias
Nanotecnologia
Reabilitação
ACV
Issue dateNov-2010
PublisherUniversidade do Minho. TecMinho
Abstract(s)O sector da construção pauta a sua actividade por elevados impactos ambientais ao nível da extracção de elevadas quantidades de matérias-primas não renováveis, de elevados consumos energéticos e das consequentes e elevadas emissões de gases responsáveis por efeito de estufa. O presente livro aborda nesse contexto possíveis contributos dos materiais de construção com vista a uma maior sustentabilidade do referido sector de actividade. Para esse efeito baseia o seu conteúdo quer na regulamentação técnica vigente sobre a área em apreço, mas fundamentalmente numa revisão da literatura científica ao longo de mais de mil referências bibliográficas, na sua grande maioria de artigos em revistas científicas internacionais. Os mesmos espelham bem o dinamismo da comunidade científica em torno do tema da construção sustentável, tema relativamente ao qual a produção de artigos científicos tem crescido a um ritmo quase exponencial. É preciso ter presente que a expressão “construção sustentável” começou a ser difundida a partir de 1994, ainda nesse ano foram publicados 17 artigos em revistas científicas directamente relacionados com essa área, referenciados na base de dados Scopus/Elsevier, dois anos depois esse número subiu para 172 artigos, no ano de 2009 já foram publicados quase 2400 artigos relacionados com a construção sustentável e em Junho de 2010 esse número já tinha sido ultrapassado. O seu conteúdo insere-se na prossecução das metas fixadas pela União Europeia no sentido da redução do consumo de energia e de diminuição de resíduos para o parque edificado, nomeadamente: A médio prazo reconversão de 30% do parque edificado com; Redução de 50% da energia; Redução de 30% das matérias-primas; Redução de 40% dos resíduos; o - Materiais de Construção 100% recicláveis; o - Resíduos de construção demolição aproveitados integralmente. Até ao ano 2050: Construção de edifícios novos sem CO2 ; Parque edificado até 2005 reconvertido, com redução de 50% de consumo de energia e 75% das emissões de CO2. Dirigido aqueles que já actuam ou irão actuar no sector da construção, actuais e futuros Técnicos Superiores em cuja actividade se insere a presente temática (Engenheiros Civis, Engenheiros Técnicos Civis e Arquitectos), o presente livro pretende contribuir para lhes dar um pequeno vislumbre do futuro papel dos materiais de construção num contexto de uma construção mais sustentável.
TypeBook
URIhttp://hdl.handle.net/1822/28852
ISBN978-972- 8600-22-8
Peer-Reviewedno
AccessOpen access
Appears in Collections:C-TAC - Livros

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Livro_2a_edicao.pdfPrincipal66,95 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID