Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/28092

TitlePlantas aquáticas de Charcos do Portugal Continental
Author(s)Cunha, Lília Marina Pereira da
Advisor(s)Teixeira, J. A.
Cruz, Carla Pinto
Porto, Miguel
Issue date2013
Abstract(s)Os charcos são pequenas massas de água, que alberga uma grande biodiversidade, estando muito à frente de qualquer outro ecossistema aquático (Biggs el al., 2005). Entre os muitos grupos de seres vivos que dependem dos charcos, os mais conhecidos são os anfíbios, as libélulas (odonatos) e as plantas aquáticas, todos eles com numerosas espécies criticamente em perigo (Beebee, 1992; Semlitsch, 2003; Baillie et al., 2004). No que se refere às plantas, a sua importância revelase a vários níveis: (1) servem de abrigo, alimento e habitat às comunidades animais; (2) retêm substâncias tóxicas; (3) doseiam os nutrientes da água e dos sedimentos; (4) produzem oxigénio que fica dissolvido na água; (5) intervêm na estabilização dos fundos e das margens (Wetzel, 1989; Kattab & El-Gharably, 1990). Tendo em conta a importância deste tipo de habitat e das plantas, este trabalho consistiu na criação de materiais, para exploração da biodiversidade botânica existente nestas pequenas massas de água, para ser utilizada em escolas e grupos, formais ou informais. Este tipo de trabalho tem uma importância ímpar na educação e formação de jovens, pois a disponibilização de materiais exponenciará o estudo e aqueles que trabalham com as plantas no seu ambiente natural tendem a ter mais capacidade de as reconhecerem (Killerman, 1996). Este reconhecimento torna mais provável a protecção dos habitats por parte dos jovens porque o aumento do conhecimento sobre o ambiente leva à adopção de comportamentos mais ecológicos (Palma-Oliveira & Carvalho, 2009).
Ponds are small water masses with a big biodiversity, thus being much more advanced than any other aquatic ecosystem (Biggs el al., 2005). Amongst the many groups of living beings that depend on the ponds, the best known are amphibians, dragonflies and aquatic plants, all of them with numerous critically endangered species (Beebee, 1992; Semlitsch, 2003; Baillie et al., 2004). Regarding the aquatic plants, their importance is proven in many ways: (1) giving shelter, food and habitat to animal communities; (2) retaining toxic substances; (3) dosing the nutrients from water and sediment; (4) producing oxygen and (5) intervening in the stabilization of sediments in funds and shore (Wetzel, 1989; & El- Khattab are Gharably, 1990). Considering the importance of this kind of habitat, this paper consists in the creation of materials for exploration of botanical biodiversity in these small masses of water in order to be used in schools and formal or informal groups. This kind of paper has a unique importance in youth education and training as the availability of these materials lead to the study of plants and those who work with them in their natural environment have a tendency to have more ability to recognize them (Killerman, 1996). This recognition enlarges the possibility of protection of the habitats by young people since the increase of knowledge about the environment leads to the adoption of more environmentally friendly behaviours (Palma - Oliveira & Carvalho, 2009).
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado em Ecologia
URIhttp://hdl.handle.net/1822/28092
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado
DBio - Dissertações de Mestrado/Master Theses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Lília Marina Pereira da Cunha.pdf21,54 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID