Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/1822/23618

TítuloAlterações papilares associadas ao erro refrativo analisado através de tomografia de coerência ótica
Autor(es)Vaz, Luís Carlos dos Santos Rodrigues
Orientador(es)Jorge, Jorge
González-Méijome, José Manuel
Data18-Mar-2013
Resumo(s)Perceber as alterações que o erro refrativo provoca na retina é um tema que continua a ser estudado e desenvolvido sobretudo devido às inovações que a técnica de tomografia de coerência ótica (OCT) tem mostrado ao longo da última década. Com ela, é possível mapear todas as camadas retinianas o que é essencial no diagnóstico e seguimento de múltiplas patologias oculares. No entanto, permite também conhecer quais as alterações provocadas nas camadas da retina pelo aumento ou diminuição do comprimento axial (CA), em indivíduos saudáveis, sem patologia ocular, assunto que adota especial importância no crescimento ocular durante o aumento da miopia. Para tal foram selecionados 150 sujeitos com valores refractivos entre -8,98D e +5,62D e comprimento axial entre 20,46mm e 29,12mm, divididos por 3 grupos. Foram realizadas medições da área do anel neuroretiniano (RIM), área do disco, espessura média da camada de fibras nervosas numa zona circundante da papila óptica (RNFL), espessura do RNFL por quadrantes e por zonas de 30º, espessura do RIM por zonas de 30º. Verificou-se que a espessura do RNFL é afetado pelo aumento do comprimento axial, contudo não afeta todos os quadrantes da mesma forma e o seu aumento ou diminuição está afetada por efeitos da magnificação ocular no método de medida. Sem a devida correção, a espessura do RNFL apresenta uma diminuição generalizada à medida que aumenta o comprimento axial, sendo a diminuição menor e menos significativa no quadrante temporal. Após a correção da magnificação verifica-se um aumento da espessura do RNFL. A espessura do RIM apresenta um padrão de diminuição de espessura diferente da espessura do RNFL com diminuição em todos os quadrantes com o aumento do CA antes da correção da magnificação. Após a correção, apresenta um ligeiro aumento na região nasal com o aumento do CA. Os resultados deste trabalho sugerem que o próprio instrumento necessita de eliminar a influência de elementos como o comprimento axial para que a obtenção de medidas seja mais rigorosa e fiável.
Understand the changes that the refractive error causes in the retina is a topic that continues to be studied and developed mainly due to the technical innovations that optical coherence tomography (OCT) has undergone over the last decade. With this technology is possible to map all retinal layers, which is essential in diagnosis and follow-up of several retinal diseases. It is also possible to evaluate the changes in retinal layers driven by elongation of the ocular axial length (AL), in healthy subjects without ocular pathology, which is very relevant to understand the ocular growth process during myopia progression. To address this issue in the present Thesis we recruited 150 subjects with spherical equivalent refraction between -8.98D and +5.62D and axial length between 20.46 mm and 29.12 mm, divided into three groups. Measurements were obtained for the neuroretinal rim area disk, the average thickness of retinal nerve fiber layer RNFL thickness, RNFL quadrants and zones of 30°, thickness of RIM by sectorial zones of 30°. It was found that the thickness of RNFL is affected by increasing the AL, but does not affect all quadrants in the same way and their increase or decrease depends on the introduction of ocular magnification corrections. Without these corrections the thickness of RNFL shows a general decrease as axial length increases, being smaller and less significant in the temporal quadrant. After adjustment of magnification there is an increased thickness of RNFL as AL increases. The thickness of the RIM shows a pattern of reduced thickness different from the thickness of RNFL with reduction in all sectorial areas evaluated before adjustment and a slight increase with increasing nasal CA after adjustments for magnification. . Results from this Thesis show that it is necessary that OCT instruments compensate for the potential errors induced by axial length in order obtain more accurate and reliable measurements of the retina.
TipomasterThesis
DescriçãoDissertação de mestrado em Optometria Avançada
URIhttp://hdl.handle.net/1822/23618
AcessorestrictedAccess
Aparece nas coleções:BUM - Dissertações de Mestrado
CDF - OCV - Dissertações de Mestrado/Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Luís Carlos dos Santos Rodrigues Vaz.pdf2,55 MBAdobe PDFVer/Abrir  Solicitar cópia ao autor!

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis