Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/17822

TitleO YouTube e o pensamento de ordem superior em inglês (LE): um estudo com alunos do ensino secundário
Author(s)Bastos, Maria da Ascensão Afonso
Advisor(s)Ramos, Altina
Issue date2011
Abstract(s)A crescente complexidade do mundo actual acentua a importância da construção activa do conhecimento por parte do aluno e da colaboração na aprendizagem, em contraste com o ensino de natureza mais tradicional, baseado na assunção de que o conhecimento se transfere de professor para aluno. Nesta óptica, o YouTube, e paralelamente o fórum de discussão online, surgem como novos ambientes de aprendizagem que favorecem um processo integrado e multifacetado da mesma, em conformidade com o perfil dos jovens nativos digitais e com os desafios que lhes são colocados pela Sociedade do Conhecimento. Com base no modelo de pensamento integrado proposto por Jonassen (1996), desenvolveu-se um estudo de caso no domínio da disciplina de Inglês (LE), com duas turmas do décimo primeiro ano do Ensino Secundário em ambiente curricular formal e não formal, offline e online. Esta investigação focou-se no interesse educativo das ferramentas cognitivas (o YouTube e o fórum - Moodle) e na sua efectiva contribuição para uma aprendizagem profunda e significativa, orientada para processos de pensamento complexo, que combinam competências de pensamento de conteúdo, crítico e criativo. Os instrumentos de recolha de dados abrangeram notas de campo resultantes da observação participante por parte da investigadora e professora da turma e, principalmente, trabalhos e reflexões realizados pelos alunos – comentários críticos e guiões; vídeos seleccionados a partir do YouTube; vídeos criados pelos alunos, publicados e partilhados no YouTube; testemunhos dos alunos recolhidos no fórum de discussão; feedback dos alunos e visitantes no portal do YouTube; grelha de auto-avaliação da produção oral e interacção; grelha de auto-regulação do trabalho de projecto. Destes dados foi feito uma análise predominantemente qualitativa mas também quantitativa. Os resultados obtidos na primeira fase do projecto permitiram concluir que a grande maioria dos alunos não só desconhecia muitas das competências e subcompetências implicadas no pensamento crítico e no pensamento criativo, como também não se regia pelos princípios intelectuais inerentes ao pensamento disciplinado e crítico (Bassham & al, 2005). No final do estudo, verificaram-se grandes diferenças nos resultados obtidos pelos alunos, podendo-se concluir que as ferramentas cognitivas apoiaram o desenvolvimento do pensamento de ordem superior em Língua Inglesa (LE). Os alunos valorizaram a qualidade do trabalho realizado com recurso a ferramentas cognitivas reconhecendo que o sucesso obtido é indissociável da sua emancipação pessoal e social.
The increased complexity of our world today calls for learners’ active knowledge construction and collaboration in the learning process, as opposed to traditional approaches based on the assumption that knowledge is transmitted from teacher to student. Accordingly, YouTube, in parallel with Moodle forum discussions, emerge as new learning environments, fostering a multifaceted and integrated process consistent with young digital natives’ profile and the challenges demanded by a knowledge-based society. Regarding the Integrated Thinking Model suggested by Jonassen (1996), a study case was conducted in English as a second language (ESL), involving eleventh-grade secondary education students in formal and non-formal learning environments, offline and online. The research focussed on the educational value of mindtools (both YouTube and the forum) and their effective contribution to a meaningful and in-depth learning, oriented to complex thinking processes, combining content, critical and creative thinking competences. Data collection instruments covered both field notes resulting from participant observation undertaken by the researcher (and classes’ teacher), and essentially learners’ assignments and reflections – reviews and scripts; selected videos from YouTube; learners’ produced videos, published and shared on YouTube; learners’ testimonies taken from forum discussions and debates; learners and visitors’ feedback on YouTube portal; oral production and interaction assessment form; selfregulated project work forms. A qualitative and a quantitative data analysis resulted from these data. First phase results showed that not only were a vast majority of learners not aware of many of the competences involved in critical and creative thinking, but clear intellectual standards inherent to disciplined and critical thinking did not govern them as well (Bassham & al, 2005). Final results showed major differences regarding learners’ achievements, indicating that mindtools have promoted the development of higher-order thinking in English (ESL). Learners valued the quality of work carried out with mindtools and acknowledged the accomplished success as being inseparable from their personal and social emancipation.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado em Estudos da Criança (área de especialização em Tecnologias de Informação e Comunicação)
URIhttp://hdl.handle.net/1822/17822
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado
CIEd - Dissertações de Mestrado em Educação / MSc Dissertations in Education

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maria da Ascensão Afonso Bastos.pdf2,06 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID