Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/1822/9808

TítuloPráticas centradas na família em intervenção precoce : um estudo nacional sobre práticas profissionais
Autor(es)Pereira, Ana Paula da Silva
Orientador(es)Serrano, Ana Maria
Palavras-chaveEarly intervention
Family centered
Practices
Professionals
Projects
Data21-Set-2009
Resumo(s)Nos últimos anos, a Intervenção Precoce (IP) caracterizou-se por avanços consideráveis no seu domínio, em resultado de um conjunto de influências práticas, conceptuais e teóricas, que tiveram grandes repercussões e implicações na implementação e na organização da Abordagem Centrada na Família. A especificidade do significado desta abordagem reside no reconhecimento de que as famílias são o contexto principal para a promoção e para o desenvolvimento da criança; no respeito pelas escolhas da família e pelos seus processos de decisão; na ênfase nas competências da criança e da família, e nas parcerias família/profissional. A mudança para uma abordagem centrada na família tem, assim, implicações nos contextos das práticas e da sua aplicabilidade, exigindo não só o abandono de papéis tradicionais desempenhados pelos profissionais que, na maioria das vezes, continuam a considerar-se especialistas e detentores das escolhas, alienando a família de todo o processo de apoio, como também a adopção e a aprendizagem de novos valores e de novas competências, que se implementam em todas as etapas do processo de apoio. Consequentemente, nesta investigação, intitulada Práticas centradas na Família em Intervenção Precoce: Um Estudo Nacional sobre Práticas Profissionais; definimos como finalidade do estudo a avaliação das práticas dos profissionais integrados nos projectos de IP, em Portugal (continente e ilhas). Delimitando a finalidade da nossa pesquisa, enumeramos os seguintes objectivos do estudo: 1 – Traduzir e adaptar o instrumento Brass Tacks, versão avaliação, para profissionais; 2 – Caracterizar os projectos de IP portugueses, em termos de Distrito/Ilha onde estão implementados, o seu enquadramento legal, a existência de articulação, o número de crianças atendidas, e o local onde o apoio é prestado; 3 – Caracterizar, em termos demográficos, os profissionais que integram os projectos de IP, em Portugal (continente e ilhas); 4 – Identificar a frequência das práticas centradas na família, utilizadas pelos profissionais, nos projectos de IP, em Portugal; 5 – Identificar o grau de importância, atribuído pelos profissionais, às práticas centradas na família, utilizadas nos projectos de IP, em Portugal; 6 – Identificar os tipos de formação (inicial, especializada, e em serviço) dos profissionais de IP, e as respectivas entidades formadoras que ministram esses tipos de formação em Portugal; 7 – Identificar os diferentes papéis desempenhados pelos profissionais nos projectos de IP, em Portugal; 8 – Identificar os pontos fortes e as fragilidades da articulação dos projectos de IP, em Portugal; 9 – Identificar as medidas a adoptar para a implementação das práticas centradas na família, em Portugal; e, 10 – Identificar as barreiras que os profissionais consideram serem impeditivas ou condicionantes para a implementação das práticas centradas na família em Portugal. A amostra deste estudo é constituída por 558 profissionais, que integram os projectos de IP existentes nos 18 distritos do Continente e nas Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira (exclusivamente no Funchal), no ano de 2007. A metodologia utilizada, neste estudo, é de natureza quantitativa, diferencial e transversal, e o instrumento utilizado, Brass Tacks, versão avaliação para profissionais, foi desenvolvido no Frank Porter Graham Child Development Center, da University of North Carolina at Chapel Hill, por Pam, J. McWilliam e Robin, A. McWilliam, em 1993. Os resultados globais obtidos neste estudo permitem-nos concluir que: os profissionais consideram que utilizam, na maioria das vezes, as práticas centradas na família, no apoio que prestam às famílias em IP, embora exista uma discrepância entre as práticas que os profissionais consideram implementar e o grau de importância que lhes atribuem; as práticas centradas na família são mais evidentes nas Etapas Planificação e Intervenção, e menos evidentes na Etapa Primeiros Contactos e Avaliação; a variável formação em serviço e tempo de serviço em IP tem impacto significativo nas práticas centradas na família; as práticas centradas na família são mais frequentemente utilizadas nos contextos naturais da família; não existe diferenciação nos resultados das práticas, tendo em conta as faixas etárias das crianças apoiadas (0-2 e 3-5 anos); e que existe uma influência positiva da articulação de serviços e dos apoios, bem como da função de coordenador de caso, desempenhada por alguns profissionais nos projectos de IP, nas práticas centradas na família. Como recomendações à implementação das práticas centradas na família, os profissionais destacam a necessidade de mais e melhor formação específica na IP (inicial, especializada, e contínua) e a definição e implementação de políticas de IP em Portugal, que possibilitem uma maior uniformidade e funcionamento das equipas a nível nacional, bem como uma maior estabilidade no vínculo contratual dos profissionais que compõem as equipas.
In recent years, Early Intervention (EI) was characterized for considerable advances in its domain, in result of a set of practical, conceptual and theoretical influences, which had had great repercussions and implications in the implementation and organization of the Family Centered Approach. The specificity of the meaning of this approach inhabits in the recognition of that the families are the main context for the promotion and development of the child; in the respect for the choices of the family and its processes of decision; in the emphasis on the abilities of the child and of the family, and in the professional/family partnerships. The change for a the family centered approach not only has thus implications in the contexts of practices and their applicability, demanding abandonment of traditional roles played by the professionals who, most of the time, continue to all consider specialists and detainers of the choices, alienating the family of the support process, as well as the adoption and learning of new values and abilities that should be implemented in all the stages of the support process. Consequently, in this inquiry, entitled Family Centered Practices in Early Intervention: a National Study on Professional Practices, we define as purpose of the study the evaluation of the practices of the professionals integrated in the projects of EI in Portugal (mainland and islands). Delimiting the purpose of our research, we enumerate the following objectives of the study: 1 – To translate and to adapt the instrument Brass Tacks, version evaluation, for professionals; 2 – To characterize the Portuguese projects of EI in terms of the District/Islands where they are implemented, their legal framing, the existence of articulation, the number of children taken care of, and the place where the support is provided; 3 – To characterize, in demographic terms, the professionals who integrate the projects of EI in Portugal (mainland and islands); 4 – To identify the frequency of the family centered practices, used by professionals, in the projects of EI in Portugal; 5 – To identify the degree of importance, attributed by the professionals, to the family centered practices, used in the projects of EI in Portugal; 6 – To identify the types of formation (pre-service, degree, and in-service) of the EI professionals, and the respective entities that give these types of formation, in Portugal; 7 – To identify the different roles played by the professionals in the projects of EI, in Portugal; 8 – To identify the strengths and the weaknesses of the articulation of the projects of EI in Portugal; 9 – To identify the measures that should be adopted for the implementation of the family centered practices in Portugal; and, 10 – To identify the barriers that the professionals consider impeditive or conditioning for the implementation of the family centered practices in Portugal. The sample of this study is constituted by 558 professionals, who integrate the existing projects of EI, in the 18 districts of the Continent and in the Autonomous Regions of Azores and Madeira (exclusively in Funchal), in the year of 2007. The methodology used in this study is quantitative, differential and transversal in nature, and the instrument used, Brass Tacks, version evaluation for professionals, was developed in the Frank Porter Graham Child Development Center, University of North Carolina at Chapel Hill, by Pam, J. McWilliam and Robin, McWilliam, in 1993. The global results obtained in this study allow us to conclude that: the professionals consider that they use, most of the time, family centered practices in the support they give to the families in EI, even so there exists a discrepancy between the practices that the professionals consider to implement and the degree of importance that they attribute them; the family centered practices are more evident in the Planning and Intervention Stages, and less evident in the First Contact and Evaluation Stage; the variable formation in service and time of service in centered EI has significant impact in the family centered practices; the family centered practices are more frequently used in the natural contexts of the family; differentiation in the results of the practices does not exist, given the ages of the supported children (0-2 and 3-5 years);and that a positive influence of the articulation of services and supports can be detected, as well as the one that results from the work of the coordinator of case, played by some professionals in the projects of EI, in the family centered practices. As recommendations to the implementation of family centered practices, professionals stress the necessity of more and better specific formation in the EI (pre-service, degree, and in-service), and the definition and implementation of polices of EI, in Portugal, that should make it possible a larger uniformity and functioning of the teams, on a national level, as well as a greater stability in the contractual ties of the professionals who compose them.
TipodoctoralThesis
DescriçãoTese de Doutoramento em Estudos da Criança, Área de Especialização em Educação Especial
URIhttp://hdl.handle.net/1822/9808
AcessoopenAccess
Aparece nas coleções:BUM - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
tese.pdf5,15 MBAdobe PDFVer/Abrir

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis