Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/955

TitleLusocom: a study of communications policies and discourses in the lusophone space
Other titlesLusocom: estudo das políticas de comunicação e discursos no espaço lusófono
Author(s)Sousa, Helena
Marinho, Sandra
KeywordsCommunication / Conference paper
Media
Língua portuguesa
Lusofonia
Representações sociais
Identidade
Issue date2004
Abstract(s)Lusophony is the highly intricate construct we intend to interrogate. It is a geo-linguistic space, that is, dispersed regions, countries and societies whose official language is Portuguese (Angola, Brazil, Cape Verde, East-Timor, Guinea Bissau, Portugal, S. Tomé and Príncipe). It is also a sentiment, a memory of a common past, a shared culture and history. In addition to its symbolic patrimony, Lusophony integrates institutions attempting to expand the Portuguese language and inter-related forms of cultural expressions. The project «Lusocom: a Study of Communications policies and discourses in the Lusophone Space» is about communications and the media; social representation, memory and identity; language policy and discourses. From the Communications Sciences perspective, the Lusophone Space seems to be a promising (though volatile) research object. In an increasingly globalised world, the Lusophone Space, in general, and CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa – Community of Portuguese Speaking Countries), in particular, have the potential to contribute to the development of alternative (and necessarily more complex) perspectives on the role media communications policies and discourses have played in the construction/reconstruction of the Lusophone identity and on how a common language might change the way «difference» is perceived. Furthermore, it can shed some light on contradictory globalising trends. In order to try to accomplish this project, we have divided it into three inter-related tasks. The first one is «Networks in the Lusophone Space: Policies, Production and Distribution». Based on Political Economy, International Relations and Political Science, we intend to map the national and supra-national communications structures of these dispersed regions and we plan to examine the main media production centres and distribution flows. This infrastructural examination is fundamental to the concomitant analysis of media consumption in this space. Departing from Social Psychology and Cultural Studies, the task named «Social representations and identity Levels», aims to assess the relevance of representations and social stereotypes in the media for the development and reconfiguration of the Lusophone identity, taking into particular consideration the cultural and ethnic diversities of these geographically dispersed societies. The gradual results of the third task, «Language Policy and Discourses in the Lusophone Space: Uncertain Relations», will have an all encompassing effect in the development of the two previous tasks. This sub-project, informed by Cultural Studies, Social Semiotics, Speech Analysis and Linguistics, will problematise Lusophony as a discourse and as a «cosa mentale». We believe that the Lusophone construct in its diversity will help us to demonstrate that solidarities resulting from a common language and from the miscegenation of memories and traditions have very concrete social, political and economic consequences.
A Lusofonia é uma construção extraordinariamente complexa. É um espaço geo-linguístico, ou seja, um conjunto de regiões, países e sociedades dispersas, cuja língua oficial é o Português (Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné Bissau, Portugal, S. Tomé e Príncipe e Timor-Leste). É também um sentimento, a memória de um passado comum, uma cultura e uma história partilhadas. Para além do património simbólico, a Lusofonia integra instituições cujo objectivo é a expansão da língua portuguesa. O projecto “Lusocom: estudo das políticas de comunicação e discursos no espaço lusófono” trata da comunicação e dos media; da representação social, memória e identidade; e das políticas da língua e discursos. Da perspectiva das Ciências da Comunicação, o Espaço Lusófono parece ser um objecto de investigação prometedor (embora volátil). Num mundo cada vez mais globalizado, o Espaço Lusófono, em geral, e a CPLP (Comunidade de Países de Língua Portuguesa), em particular, têm o potencial para contribuir para o desenvolvimento de perspectivas alternativas (e necessariamente mais complexas) sobre o papel que os discursos e as políticas de comunicação para os media têm desempenhado na construção/reconstrução da identidade Lusófona e sobre a forma como uma língua comum poderá mudar a forma como a "diferença" é percebida. O projecto, de que damos conta nesa comunicação, é composto por três tarefas inter-relacionadas. A primeira chama-se "Redes no Espaço Lusófono: Políticas, Produção e Distribuição". Tendo por referência a Economia Política, as Relações Internacionais e a Ciência Política, pretende-se mapear as estruturas de comunicação, nacionais e supra-nacionais, destas regiões e investigar os principais centros de produção e fluxos de distribuição de produtos mediáticos. Partindo da Psicologia Social e dos Estudos Culturais, a tarefa "Representações sociais e níveis de identidade" pretende aferir a relevância das representações e dos estereótipos sociais veiculados pelos media para o desenvolvimento e reconfiguração da identidade Lusófona, dando especial atenção à diversidade cultural e étnica destas sociedades geograficamente dispersas. Os resultados graduais da terceira tarefa, "Políticas da Língua e Discursos no Espaço Lusófono: Relações Incertas" terão um efeito transversal no desenvolvimento das tarefas anteriores. Este sub-projecto, enquadrado pelos Estudos Culturais, pela Semiótica Social, pela Análise do Discurso e pela Linguística, problematiza a Lusofonia enquanto discurso e "cosa mentale". Acreditamos que a construção da Lusofonia na sua diversidade ajudar-nos-á a demonstrar que as solidariedades resultantes de uma língua comum e da miscigenação de memórias e tradições têm consequências sociais, políticas e económicas muito concretas.
TypePanel presentation
DescriptionComunicação apresentada à International Communication Section da Conferência Científica da International Association for Media Communication Research (IAMCR) Scientific Conference, Porto Alegre, 2004.
URIhttp://hdl.handle.net/1822/955
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CECS - Comunicações / Communications

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
helenasousa_sandramarinho_IAMCR_Lusocom.pdf172,05 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID