Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/9041

TitleO ideal da Europa : Gadamer e a hermenêutica da alteridade
Author(s)Rocha, Acílio da Silva Estanqueiro
KeywordsEuropa
Gadamer
Hermenêutica
Alteridade
Ciência
Diferença
Filosofia
Husserl
Línguas
Multiculturalismo
Política
Alterity
Difference
Europe
Hermeneutics
Language
Multiculturalism
Philosophy
Politics
Science
Issue date2000
PublisherUniversidade Católica Portuguesa. Faculdade de Filosofia de Braga
JournalRevista Portuguesa de Filosofia
Citation“Revista Portuguesa de Filosofia.” ISSN 0870-5283. 56:2/4 (Jul./Dez. 2000) 319-332.
Abstract(s)Partindo do princípio que o surgimento da ciência, vinculada desde a sua origem à filosofia, constitui um dos signos específicos do “espírito europeu”, no que Gadamer se aproxima de Husserl, procura-se dilucidar em que medida os pressupostos da hermenêutica gadameriana - cujas categorias axiais se analisam - esclarecem o pluralismo linguístico que caracteriza Europa, o qual, por sua vez, funda, pela consciência de alteridade que implica, um expressivo e activo pluralismo cultural. Mostra ainda como "todos nós somos outros e todos nós somos nós mesmos", na medida em que viver a diferença e avaliar a resistência do que é o outro equivale a viver uma nova experiência da própria identidade. Finalmente, dado que a aspiração para a universalidade não se obtém contra o particular e o específico, mas através destes, o artigo analisa até que ponto o “ideal europeu” de Gadamer converge para uma união, ou seja, para um estado de coisas em que o universal é precisamente potenciado pelas diferenças que existem entre as culturas de seus povos.
On the principle that the emergence of science constitutes one of the distinguishing signs of the "European Spirit" , this article endeavors to investigate how the presuppositions of Gadamer's hermeneutics sheds light on the linguistic pluralism that characterizes Europe and her consequent sensitivity towards otherness. The article also demonstrates how we at once are ourselves and others to the degree that we experience differences, increasing thus our own sense of identity. Finally, universality is not opposed to the particular and the specific. This is shown in the fact that Gadamer's "European Ideal" points towards a universality nourished by the cultural differences that exist among the peoples of Europe.
TypeArticle
DescriptionNúmero especial da Revista consagrado a H.-G. Gadamer.
URIhttp://hdl.handle.net/1822/9041
ISSN0870-5283
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CEHUM - Artigos publicados em revistas
CEPS - Publicações dos investigadores do CEPS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
O Ideal da Europa.pdf4,67 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID