Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/8502

TitleA eficácia da consulta psicológica vocacional de jovens : estudo do impacto de uma intervenção
Author(s)Faria, Liliana
Advisor(s)Taveira, Maria do Céu
Issue date6-Nov-2008
Abstract(s)A eficácia da intervenção psicológica como um elemento chave do estatuto científico da Psicologia tem sido recentemente evidenciada (Hamilton & Dobson, 2001). Neste sentido, é importante desenvolver investigações sobre o processo e os resultados da Consulta Psicológica Vocacional, de modo a compreender melhor as condições associadas à eficácia das intervenções. Este conhecimento pode ser aplicado à formação e treino dos futuros profissionais, a fim de realçar a qualidade e a eficácia dos serviços de aconselhamento da carreira (e.g., Spokane, 1991; 2004). Este estudo destina-se a avaliar a eficácia de um programa de intervenção psicológica vocacional, breve e estruturado, com adolescentes numa fase de transição escolar. O programa inclui cinco sessões semanais de 90 minutos cada, com os adolescentes, e duas sessões de 30 minutos cada, com as famílias. A amostra é constituída por 321 adolescentes, de ambos os sexos (190 raparigas; 131 rapazes) com idades compreendidas entre os 13 e os 17 anos (Midade=15.15; D.Pidade=0.49). Estes adolescentes encontravam-se a frequentar a escolaridade obrigatória em cinco escolas do noroeste de Portugal, no ano lectivo de 2004/2005, e foram atendidos no Serviço de Consulta Psicológica e Desenvolvimento Humano, do Departamento de Psicologia, da Universidade do Minho. O desenho do estudo é quasi-experimental, com dois grupos independentes e, com medidas repetidas (no pré e pós teste). Para a avaliação do processo da intervenção, recorreu-se ao sistema complexo de reacções cognitivas dos clientes às intervenções do psicólogo (CRS. Client Reaction System; Hill, Helms, Spiegel, & Tichnor, 1988, adap. Taveira, Oliveira, & Gomes, 2004). A avaliação dos resultados foi realizada com base nas medidas Career Exploration Survey (CES. Stumpf, Colarelli, & Hartman, 1983; adap. Taveira, 1997) e Career Decision Scale (CDS. Osipow, Carney, Winer, Yanico, & Koshier, 1976; adap. Taveira, 1997), destinadas a avaliar o processo de exploração e o nível de indecisão vocacional, respectivamente. Foi realizada uma análise exploratória das sessões de Consulta Psicológica Vocacional em grupo, que permitiu descrever a natureza e frequência das reacções às sessões de intervenção, bem como analisar a significância da mudança das respostas dos adolescentes às mesmas. Foram testadas, ainda, quatro hipóteses. A primeira e segunda hipóteses prevêem a existência de diferenças estatisticamente significativas entre o momento de pré e pós intervenção nos resultados do grupo experimental, no sentido de uma melhoria das crenças de exploração, um aumento da activação dos comportamentos exploratórios e uma diminuição do nível de indecisão vocacional. A terceira e a quarta hipóteses prevêem a existência de diferenças estatisticamente significativas entre o grupo experimental e o grupo de controlo, nas dimensões de exploração e de indecisão vocacional, no sentido de melhores resultados vocacionais para o grupo submetido à intervenção. A análise exploratória das sessões de consulta psicológica vocacional de grupo permite verificar que as reacções de tonalidade positiva ao processo de intervenção predominam sobre as reacções de tonalidade negativa, em cada um e nos diversos momentos do mesmo. Verifica-se, igualmente, que através de todo o processo, as reacções Confiança, Bem-estar, Auto-conceito, Clareza, Responsabilidade, Alteração de Perspectivas, Educação, Mudança e Falta de Reacção registaram mudanças estatisticamente significativas, em favor da intervenção. A nível das hipóteses, os resultados demonstram que a primeira e segunda hipóteses foram comprovadas, dado que, para a maioria das dimensões da exploração vocacional, e para a indecisão vocacional, os resultados demonstraram alterações estatisticamente significativas do momento pré para o momento pós intervenção. Quanto às hipóteses três e quatro, os resultados demonstram haver diferenças estatisticamente significativas entre o grupo de controlo e o grupo experimental nas dimensões Estatuto de Emprego, Exploração com locus em Si Próprio/a, Quantidade de Informação, e Stress na Tomada de Decisão, a favor do grupo experimental. O mesmo padrão de resultados se verifica para a indecisão vocacional. Estes resultados são discutidos à luz da literatura psicológica sobre a natureza e eficácia da Consulta Psicológica Vocacional, apresentadas na primeira parte do trabalho. São discutidas implicações do estudo para o desenvolvimento do programa de intervenção avaliado, bem como, as implicações para o desenvolvimento de estudos futuros sobre a eficácia da intervenção vocacional. Mencionam-se, por fim, as limitações inerentes a esta investigação.
The effectiveness of psychological intervention as a key element to emphasize the scientific status of Psychology has been recently evidenced (Hamilton & Dobson, 2001). In this sense, it is important to develop the research on the career counselling process and its outcomes, in order to better understand the conditions associated to effective career interventions. This knowledge can be applied to the training of future professionals, since it enhances the quality and effectiveness of career services (e.g., Spokane, 1991; 2004). This study is fundamentally aimed at evaluating the efficacy of a brief and structured group career counselling program for adolescents in a career decision point. The intervention program includes five weekly sessions of 90 minutes each, with adolescents, and two sessions of 30 minutes each, with their families. The sample includes 321 adolescents of both the sexes (190 girls; 131 boys), with ages between 13 and 17 years old (Mage=15.15; S.Dage=0.49). These adolescents were attending the last year of compulsory education in five north-western Portuguese schools in 2004/2005, and were observed in the Career Counselling Center of the Psychology Department in Minho University. The study’s design is quasiexperimental and includes two independent groups, with repeated measures (pre and post- test). For the evaluation of the intervention process, we utilized the complex system of the client’s cognitive reactions towards the psychologist’s interventions (CRS. Client Reaction System; Hill, Helms, Spiegel, & Tichenor, 1988, adap. Taveira, Oliveira, & Gomes, 2004). Outcomes assessment was accomplished through the use of the Career Exploration Survey (CES. Stumpf, Colarelli, & Hartman, 1983; adap. Taveira, 1997) and the Career Decision Scale (CDS. Osipow, Carney, Winer, Yanico, & Koshier, 1976; adap. Taveira, 1997), which evaluate the vocational exploration and indecision, respectively. An exploratory analysis of the career counselling sessions were carried out, in order to analyze the nature and the frequency of the reactions to the intervention sessions as well as the significance of the change in the adolescents’ answers to them. Four hypotheses were tested. Hypothesis one and two predicts a significant difference between the pre and post intervention moments, in the sense of an improve of the career exploration and career indecision results. Three and four hypothesis predicts a significant effect of the intervention in the experimental group, in two dimensions - career exploration and in career indecision outcomes - when compared to the control group. Taking into account the analysis of the career counselling sessions, it is clear that the positive reactions to this process predominate over the negative reactions, in each and every moment of the intervention. It was also clear that during the intervention process, the reactions of Hopeful, Relief, Better self-understanding, Clear, Responsibility, New perspective, Educated, Challenged and No reaction registered significant changes in a positive sense throughout the sessions, being the outcome favourable to the intervention. On the hypotheses level, the results demonstrate that the first and second hypotheses were confirmed, since that, in the majority of the dimensions of the career exploration and the career indecision, the results show a statistically significant change between the pre- and the post-test moments. Finally, regarding hypothesis 3 and 4, the results show better outcomes in experimental group in what concerns Employment Outlook, Self Exploration, Amount of Information Acquired and Decisional Stress, and the career indecision dimension. These results are discussed based in psychological vocational literature on the nature and effectiveness of the career counseling, presented in the first part of the work. Implications of the study for the development of the evaluated program of intervention are discussed, as well as, the implications for the development of future studies on the effectiveness of the vocational intervention. They are mentioned finally, the inherent limitations to this investigation.
TypeDoctoral thesis
DescriptionTese de Doutoramento em Psicologia - Área de Conhecimento em Psicologia Vocacional
URIhttp://hdl.handle.net/1822/8502
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese de Liliana da Costa Faria.pdf1,26 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID