Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/8101

TitleConcepções dos professores do 1º CEB sobre o contributo da educação sexual para a promoção da saúde e sua relação com a formação
Author(s)Anastácio, Zélia
Carvalho, Graça Simões de
Clément, Pierre
KeywordsEducação sexual
1º Ciclo
Formação de professores
Issue dateJun-2008
PublisherLidel - Edições Técnicas
CitationIn PEREIRA, Beatriz Oliveira ; CARVALHO, Graça Simões de, coord. – “Actividade física, saúde e lazer : modelos de análise e intervenção”. Lisboa : Lidel, 2008. ISBN 978-972-757-502-2. p. 233-245.
Abstract(s)O objectivo do trabalho que apresentamos consiste em identificar as concepções dos professores de 1º CEB sobre o contributo da educação sexual para a promoção da saúde dos seus alunos, identificar a percepção das suas necessidades de formação nesta área temática e relacionar estas variáveis dependentes com a frequência de acções de formação. Para a realização desta fase do estudo procedemos a um levantamento, aplicando um questionário a uma grande amostra de professores, tendo-se obtido 486 questionários devidamente preenchidos, com os quais construímos uma base de dados no Programa SPSS. Procedemos a uma análise descritiva tanto para as variáveis independentes, permitindo caracterizar a amostra, como para as variáveis dependentes em que se apuraram as frequências das respostas, as respectivas percentagens, médias, desvios padrão. Para comparar o grupo de professores que frequentou acções de formação com o grupo que não frequentou aplicámos o teste t. A maioria dos professores consideraram que a educação sexual contribui sobretudo para: o aumento dos conhecimentos sobre sexualidade; a facilidade de dialogar com os pais sobre sexualidade; o auto-conhecimento; o desenvolvimento da capacidade de agir perante situações de risco; a auto-confiança; e a auto-estima positiva. Relativamente à percepção das necessidades de formação, os professores expressaram que a formação deveria consistir essencialmente em: dar preparação científica aos professores para leccionarem o que é necessário, preparar os professores para responderem naturalmente a questões imprevisíveis das crianças e preparar para trabalhar valores. Os professores que frequentaram acções de formação, apresentaram médias significativamente mais elevadas do que os que não frequentaram.
TypeBook part
URIhttp://hdl.handle.net/1822/8101
ISBN978-972-757-502-2
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CIEC - Livros e Capítulos de Livros
DCILM - Livros e Capítulos de Livros

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LIDEL_EdSex-PES.pdfArtigo172,76 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID