Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/7448

Title: Novos desafios a um velho ofício ou... um novo ofício? A redefinição da profissão de jornalista
Authors: Fidalgo, Joaquim
Keywords: Jornalismo
Jornalistas
Profissão
Informação
Issue date: 2005
Abstract: Enredada, desde os primórdios da sua afirmação enquanto actividade autónoma e sócio-juridicamente legitimada, numa razoável teia de indefinições e ambiguidades, a profissão de jornalista tem assistido (como é bem patente no quinquénio 2000-2004) a um conjunto de mudanças que, aparentemente, não facilitam o desfazer dessa teia. Pelo contrário, novos elementos decorrentes sobretudo das evoluções tecnológicas, dos contextos político-económicos e das transformações sociais – designadamente as que se ligam com o aparente redesenhar da esfera pública tal como a conhecíamos – parecem vir reforçando essas indefinições e ambiguidades, o que dificulta a construção e afirmação (sempre inacabadas, é certo) de uma identidade profissional clara nos seus contornos, forte na sua coerência interna (“para si”) e especificamente reconhecida na sua relação externa (“para o outro”). Este grupo profissional tornou-se bastante mais numeroso em Portugal, sobretudo durante os anos 1990, por força do alargamento do mercado televisivo ao sector privado e pela explosão de projectos mediáticos especificamente on-line. Entre 1990 e 2001, o número de jornalistas com carteira profissional quase triplicou, passando de 2.347 para 6.230 profissionais. Em consequência, a pirâmide etária modificou-se um pouco a favor do grupo de jornalistas mais jovens, tendo-se também observado um aumento significativo da presença feminina na proporção jornalistas-mulheres / jornalistas-homens. Por outro lado, embora não haja dados oficiais sobre a quantidade de jornalistas no activo com formação académica de nível superior, e especializada, há indícios que apontam, como seria expectável, para o aumento desse tipo de profissionais. Este rápido alargamento do grupo profissional acarreta uma maior heterogeneidade que, associada à progressiva diversificação de suportes e de ofícios no campo dos media, pode implicar alguma redefinição da profissão de jornalista, em moldes que aqui e além já se intuem, dados os sinais detectáveis numa diversidade de planos.
Type: other
Description: Texto elaborado no contexto do projecto colectivo de investigação Mediascópio – Estudo sobre a reconfiguração do campo da comunicação e dos media em Portugal.
URI: http://hdl.handle.net/1822/7448
Peer-Reviewed: yes
Appears in Collections:CECS - Livros e capítulo de livros

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Fidalgo, J.(2005)-Desafios jornalismo.pdfDocumento principal113,87 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis