Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/65163

TitleDe 0 a 10, digo 100. Um estudo sobre a corrupção política e os media
Other titlesFrom 0 to 10, I would say 100. A study about political corruption and the media
Author(s)Moreira, Ana Beatriz Gomes
Advisor(s)Araújo, Emília Rodrigues
Sousa, Helena
Keywordscomunicação
corrupção política
discurso
jornalistas
narrativa
communication
discourse
journalists
narrative
political corruption
Issue date12-Dec-2019
Abstract(s)Esta tese procura caraterizar as perceções os/as jornalistas acerca do fenómeno da corrupção relacionada com políticos/as. Com base numa análise extensa da literatura sobre o assunto, partimos do pressuposto que os meios de comunicação têm um papel relevante na divulgação e na construção dos fenómenos de corrupção, contribuindo para o conhecimento dos/as cidadãos/ãs acerca da classe política (no governo), mas também sedimentando bases de discussão e de debate acerca da sustentabilidade das instituições democráticas. Vários trabalhos académicos mostram que o conhecimento público sobre diversos tópicos, inclusive sobre a corrupção política, é mediado. É neste sentido que a presente investigação se propõe a perceber como os/as jornalistas interpretam as narrativas mediáticas sobre a corrupção política e os/as seus/suas intervenientes. Atendendo a uma metodologia qualitativa e com recurso a entrevistas semiestruturadas, foram entrevistados/as 30 jornalistas de vários meios de comunicação portugueses. O objetivo central foi compreender como estes/as profissionais percebem o problema da corrupção política; como avaliam o seu trabalho e o trabalho dos seus pares e que avaliações fazem sobre o trabalho dos elementos da justiça, dos/as políticos/as e dos partidos políticos. As conclusões são várias, mas apontam no sentido das assunções estabelecidas para o estudo, nomeadamente a respeito da forte mediatização dos fenómenos de corrupção (efetiva ou suspeita), assim como dos enredos que se estabelecem entre os sistemas judicial, político e mediático.
This thesis seeks to map the perceptions of journalists about the phenomenon of corruption related to politicians. Based on an extensive literature analysis on the subject, we assume that the media have a relevant role in the dissemination and construction of corruption phenomena, contributing to the citizens’ knowledge about the political class (in government), but also by establishing bases for discussion and debate on the sustainability of democratic institutions. Several academic works show that public knowledge about various topics, including political corruption, is a mediated knowledge. It is in this sense that the present investigation intends to perceive how the journalists interpret the media narratives on political corruption and its actors. According to a qualitative methodology and using semi-structured interviews, 30 journalists from various Portuguese media were interviewed. The central objective was to understand how these professionals perceive the problem of political corruption; how they evaluate their work and the work of their peers; as well as the assessments they make about the work of the elements of justice, politicians and political parties. The conclusions are diverse, but they point to the assumptions established for this study, particularly regarding the strong mediation of corruption phenomena (proven or suspected), as well as the entanglements that are established between the judicial, political and media systems.
TypeDoctoral thesis
DescriptionTese de Doutoramento em Ciências da Comunicação
URIhttp://hdl.handle.net/1822/65163
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Teses de Doutoramento
CECS - Teses de doutoramento / PhD theses
DCC - Teses de doutoramento / PhD theses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ana Beatriz Gomes Moreira.pdf3,35 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID