Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/60512

TitleTabela Periódica em croché, uma grande ideia. Literalmente!
Author(s)Oliveira, Clara Costa
Nogueira, Paula R.
Dias, Hugo Direito
Cruz, Isabel Luísa
Nobre, Alexandra
KeywordsTabela Periódica
Croché
Projecto colaborativo
2019AITP
Issue date2019
PublisherSciCom Pt (Rede de Comunicação de Ciência e Tecnologia de Portugal)
Abstract(s)Em 1869 o químico russo Dmitri Mendeleiev (1834-1907) criou a Tabela Periódica, uma forma sistemática de classificação dos 63 elementos químicos conhecidos na altura: actualmente, são118 (92 naturais e 26 artificiais) ordenados pelo seu número atómico. Em 2019 passam 150 anos desta extraordinária criação e, dada a sua importância, a Assembleia Geral das Nações Unidas decretou 2019 como o Ano Internacional da Tabela Periódica. A Escola de Ciências da Universidade do Minho aliou-se às comemorações com a produção de uma Tabela Periódica em croché (TPc) num trabalho coordenado pelo STOL-Science Through Our Lives, um grupo de comunicação de Ciência do Departamento de Biologia com diversos projectos na interface Ciência - Arte. A TPc resultou de um projecto voluntário colaborativo que ganhou cariz internacional e envolveu 14 nacionalidades dos 5 continentes (Austrália, Bélgica, Brasil, Espanha, Estados Unidos da América, França, Ilha Guersey, México, Nova Zelândia, Portugal, Reino Unido, Suécia, Tunísia, Turquia). A TPc mede 4,5 m por 3,65 m, tem a área de 16,5 metros quadrados e consiste em de 250 rectângulos (118 elementos químicos, 2 elementos de inserção de lantanídeos e actinídeos e 130 rectângulos brancos de preenchimento) feitos em croché por mais de 100 pessoas, públicas (escolas secundárias, colégios, associação de pais, universidade sénior, centro Ciência Viva) e privadas, com idades compreendidas entre os 6 e os 93 anos. A TPc começou por ser exposta no shopping Braga Parque, em Braga, entre os dias 1 e 21 de Março e depois deverá entrar em digressão pelo país durante 2019, como apontam os contactos já feitos por diversas instituições (museus e centros de divulgação de ciência, bem como centros de investigação) que demonstraram interesse em a receber. O primeiro grande objetivo da TPc consistiu em fazer algo diferente, que tivesse visibilidade, que ganhasse a atenção de um público não ligado à Ciência para o assunto e, em simultâneo, que permitisse comunicar conceitos com ela relacionados. Logo nos primeiros 15 de exibição ao público constatou-se que o alcance da TPc se tinha tornado muito mais vasto do que inicialmente esperado. Tanto no grupo privado criado no Facebook para gestão de todo processo, como nas sessões de montagem das diversas peças da tabela que tiveram lugar no Colégio D Pedro V, como ainda no número de visitantes ao Braga Parque que já vai em cerca de 2 milhares (nos referidos 15 dias), os exemplos de como a TPc tem permitido chegar a diferentes públicos multiplicam-se em número e tipologia. É nosso objectivo dar a conhecer toda esta história, partilhar os diversos testemunhos e narrativas curiosas ligadas às participações individuais e colectivas e ainda, analisar “os números” associados ao inquérito feito aos participantes neste projecto.
TypeAbstract
URIhttp://hdl.handle.net/1822/60512
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:DBio - Resumos em livros de atas/Abstracts in proceedings

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
livro-resumos.pdf1,67 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID