Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/59666

TitleEstudo de viabilidade técnica para substituição parcial de cimento por lignina no concreto auto-adensável (CAA)
Author(s)Calado, Carlos
Camões, Aires
Elias, Fabrizio
Dalpane, Gabriella
Ferraz, Bruna
KeywordsArgamassas de CAA e CC
Concreto
Lignina
Sustentabilidade
Issue dateMar-2018
CitationCalado C., Camões A., Elias F., Dalpane G., Ferraz B. Estudo de Viabilidade Técnica para Substituição Parcial de Cimento por Lignina no Concreto Auto-Adensável (CAA), HAC/BAC2018, V Congreso Iberoamericano de Hormigón Autocompactante y Hormigones Especiales / V Congresso Ibero americano sobre Betão Autocompactável e Betões Especiais, pp. 395-404, doi:10.4995/HAC2018.2018.5093, 2018
Abstract(s)A lignina tem como composição elementar carbono, hidrogênio e oxigênio, obtendo-se em maior escala a partir dos resíduos gerados na produção de celulose, papel e etanol celulósico. Cinza de lignina adicionada ao cimento melhora a resistência à compressão do concreto, mas sua queima aumenta custos e danos ao ambiente. A presente pesquisa objetivou obter respostas quanto à viabilidade técnica de adicionar a lignina diretamente ao concreto sem transformá-la em cinzas. Foram moldadas e ensaiadas quatro composições de pastas, P1 a P4, e sete diferentes argamassas de concreto, C1 a C7: tempo de pega por Vicat, espalhamento, resistência à compressão, absorção de água por capilaridade, ascensão capilar e índice de vazios. Recorreu-se, sempre, a três execuções para cada ensaio e os ensaios em concreto endurecido foram efetuados recorrendo a corpos de prova cilíndricos de diâmetro 5 e altura 10 cm. Os percentuais aplicados de lignina foram 2,5% e 5% em massa da mistura de ligante, sendo o ligante considerado como a mistura de cimento e lignina, base seca, razão água/ligante (a/l) = 0,50, cimento CP III 40 RS e diferentes combinações de aditivos (SP) e (P). Os resultados demonstraram: percentual de 2,5% foi melhor que 5%; não houve incompatibilidade entre lignina e aditivo químico, com aumento de resistência; o tempo de pega foi maior com lignina, cumprindo papel similar ao aditivo químico retardador; índice de vazios indicou menor porosidade com indicativo de maior durabilidade na adição de lignina ao concreto. Dessa forma, a pesquisa demonstrou haver indicativos de viabilidade técnica na substituição parcial de cimento por lignina in natura.
TypeConference paper
URIhttp://hdl.handle.net/1822/59666
DOI10.4995/HAC2018.2018.5093
ISSN978-84-9048-591-0
Publisher versionhttp://ocs.editorial.upv.es/index.php/HAC-BAC/HAC2018/paper/viewFile/8274/3313
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:C-TAC - Comunicações a Conferências Nacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2807-2018_Calado et al_BAC2018.pdf26,58 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID