Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/59420

TitleDeterminantes dos depósitos a prazo: estudo de caso para a Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Vila Verde e Terras de Bouro
Author(s)Costa, Luís Miguel da Silva Veloso
Advisor(s)Costa, Carlos Alberto Arriaga Taboleiros
KeywordsDepósitos a prazo
Taxa de poupança das famílias
Taxa de inflação
Taxa de imposto
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Vila Verde e Terras de Bouro
Time deposits
Household gross savings
Unemployment rate
Real GDP growth
Tax rate
Inflation
Issue date2018
Abstract(s)O presente relatório tem como base o estágio curricular realizado na Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Vila Verde e Terras de Bouro e procura identificar os fatores influenciadores dos depósitos a prazo nesta Caixa. Este relatório mostra que, nos últimos anos, o nível dos depósitos a prazo tem vindo a crescer nesta Caixa. Foi feito também, com base nos anos de 2000 a 2017, um estudo econométrico para estimar a influência da poupança bruta das famílias em percentagem do rendimento disponível, da taxa de desemprego, da taxa de crescimento real do PIB, da taxa de imposto e da taxa de inflação nos depósitos a prazo da caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Vila Verde e Terras de Bouro. Os resultados sugerem que os Depósitos a prazo deste banco têm uma relação negativa com a taxa de inflação, taxa de poupança bruta das famílias em percentagem do rendimento disponível e com a taxa de imposto. Este estudo sugere que a taxa de desemprego tem uma influência positiva nos depósitos a prazo. A incerteza vivida no período de amostra quanto a situação económica e financeira futura leva os agentes económicos a aumentarem o nível de depósitos a prazo.
This report is the result of the curricular traineeship held at the Mutual Agricultural Credit Bank of Vila Verde and Terras de Bouro and seeks to identify some important factors that determine term deposits. This report shows that, in recent years, the level of time deposits has been growing in this branch of the Bank. An econometric study was carried out in the years 2000 to 2017, with the purpose to estimate the influence of household gross savings as a percentage of disposable income, unemployment rate, real GDP growth rate, tax rate and inflation rate in the time deposits of the Mutual Agricultural Credit of Vila Verde and Terras de Bouro. The results suggest that the term deposits of this bank have a negative relation with the inflation rate, the household's gross saving rate as a percentage of disposable income and with the tax rate. This study also suggests that unemployment rate has a positive influence on time deposits. The uncertainty experienced by the clients in this period regarding the future economic and financial situation leads the economic agents to increase the level of time deposits.
TypeMaster thesis
DescriptionRelatório de estágio de mestrado em Economia Monetária Bancária e Financeira
URIhttp://hdl.handle.net/1822/59420
AccessEmbargoed access (3 Years)
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Luís Miguel da Silva Veloso Costa.pdf
  Restricted access
1,3 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy!

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID