Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/59260

TitleOntology-driven metamodeling towards hypervisor design automation: secure Inter-Partition Communication (IPC)
Author(s)Alves, João Carlos Ferreira
Advisor(s)Tavares, Adriano
Pinto, Sandro
Issue date2018
Abstract(s)Embedded systems, which were by definition single-purpose, have evolved rapidly and nowadays are capable of supporting applications that, priorly, would be distributed between different hardware platforms. Virtualization proved its value in other fields, providing a way to safely collocate different applications on the same platform, enforcing security through isolation. Typical virtualization solutions follow a monolithic architecture, which usually contain large Trust Computing Base (TCB). Inherently, these are difficult to maintain, and could likely hide buggy software. Microkernels advocate a minimal TCB, that is restricted to an Inter-Partition Communication (IPC) infrastructure, a scheduler and memory management. Other functionalities are implemented in user-space, isolated from the system’s critical functionalities. Service provision is achieved by leveraging Inter-Partition Communication (IPC) infrastructure, with well defined communication channels, and establishing trustworthy communication relations. The inherent complexity of properly configuring such systems requires the use of dedicated tools, aiming at easing the configuration process. Model-Driven Engineering (MDE) advocates the conception of models towards software development, which would provide a more abstract, simplified view of the final system. Model description is often paired with Domain-Specific Languages (DSLs), that are featured with generative capacities. Thus, it becomes possible to transform a more abstract system into implementation artifacts (e.g. C/C++ code). Semantic technology has also been combined to modeling technologies, providing an alternative system representation, while enhancing modeling tools with: higher consistency, interoperability, automated validation and reasoning support. Under the light of the above, a collaborative effort was conducted towards the enhancement of the in-house developed RTZVisor with microkernel-like principles, that resulted on the μRTZVisor. This thesis focus on the implementation of a secure IPC infrastructure, featured with a capability-based access-control facility, to improve its overall reliability by imposing Information Control Flow (ICF). Aiming at easing system’s configuration, a modeling infrastructure was conceived that enabled the description of systems to be deployed on top of μRTZVisor. The infrastructure also converts the model representation into final source code with μRTZVisor resources configuration.
Os Sistemas embebidos, que eram por definição de propósito único, têm evoluído rapidamente, sendo hoje em dia são capazes de suportar aplicações que, anteriormente, estariam distribuídas por diferentes plataformas. A virtualização provou o seu valor em diferentes áreas, possibilitando a consolidação segura de diferentes aplicações numa só plataforma, impondo segurança por isolamento. Tipicamente, a virtualização é implementada numa arquitetura monolítica, que requer muitas linhas de código. Consequentemente, estas são difíceis de manter e de validar, e podem conter erros "escondidos". As arquiteturas Microkernel advogam o principio da minimalidade, com o objetivo de minimizar o tamanho da sua implementação. Tipicamente, estas restringem-se a serviços de comunicação entre partições, escalonamento e isolamento espacial. Outras funcionalidades devem ser implementadas como aplicações, isolando-as assim, dos serviços críticos do sistema. Devem-se, por isso, estabelecer canais de comunicação seguros para se providenciarem serviços entre partições. A configuração de tais sistemas pode ser complexa e morosa. Assim, requer-se a utilização de ferramentas dedicadas à automação deste mesmo processo. Model- Driven Engineering (MDE) coloca a conceção de modelos como objetivo primário do desenvolvimento de software. Este paradigma é usalmente combinado com linguagens de domínio específico, que possuem capacidades generativas, tornando-se possível converter a representação de um modelo em artefactos de implementação (nomeadamente código C/C++). A tecnologia semântica tem sido utilizada para conceção de modelos, melhorando as ferramentas de modelação com: verificação de consistência do modelo, interoperabilidade e validação automatizada. No seguimento do que foi dito anteriormente, foi efetuado o melhoramento da implementação do hipervisor RTZVisor, conferindo-lhe príncipios de arquiteturas Microkernel, concevendo-se o μRTZVisor. Esta tese focou-se na implementação de mecanismos seguros para comunicação entre partições, complementados com funcionalidades para controlo de acessos. De forma a facilitar o processo de configuração, foi desenvolvida uma ferramenta de modelação, que converte a representação de um modelo em código fonte para configuração do μRTZVisor.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado em Engenharia Eletrónica Industrial e Computadores
URIhttp://hdl.handle.net/1822/59260
AccessEmbargoed access (3 Years)
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
68515+-+tese_JoãoAlves_A68515.pdf
  Until 2022-01-01
7,38 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID