Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/59071

TitleA questão social, o Estado e o mito redentor da acção local: lógicas e tensões presentes nas políticas e no trabalho social
Other titlesThe social issue, the state and the redeeming myth of local action: Reasonings and tensions between policies and social work
Author(s)Ferreira, Fernando Ilídio
Keywordsquestão social
Estado
acção local
rede
políticas e trabalho social
social issue
State
local action
network
social work and policies
Issue date2008
PublisherUniversidade de Brasília. Departamento de Sociologia
JournalSociedade e Estado
Abstract(s)Este artigo analisa e confronta diferentes lógicas e tensões que caracterizam a questão social nas sociedades contemporâneas. Em termos teóricos, discute as transformações do Estado, as políticas de descentralização e contratualização e a emergência de uma ideologia reticular (da organização em rede e em parceria), tendo em conta a sua influência na criação de uma espécie de mito redentor em torno da acção local. Apresenta também resultados de uma investigação etnográfica realizada num município rural do Norte de Portugal que revelam algumas tensões que enfrentam actualmente as políticas e o trabalho social, nomeadamente, entre a natureza societal e estrutural dos problemas e a intervenção pontual e individualizada das intervenções profissionais que manifestam, frequentemente, dilemas entre lógicas de ajuda e de controlo social.
This article analyzes and confronts different reasonings and tensions which characterize the social issue in contemporary societies. In theoretical terms, it discusses the transformations of the State, the decentralization and contractual policies, and the emergence of a reticular ideology (the network and partnership organisation), taking into account their influence on the creation of a type of redeeming myth of local action. It also presents the results of an ethnographic investigation carried out in a rural municipality in the North of Portugal, which reveals some current tensions facing policies and social work, namely between the societal and structural nature of problems and the punctual and individualised professional interventions that frequently show dilemmas between care reasonings and social control.
TypeArticle
URIhttp://hdl.handle.net/1822/59071
DOI10.1590/S0102-69922008000300003
ISSN0102-6992
e-ISSN1980-5462
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CIEC - Artigos (Papers)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
a03v23n3.pdf199,41 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID