Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/58926

TitleDesignation processes and semantic substitutions used by european portuguese children in a vocabulary test
Author(s)Ferreira, Sandra
Cruz-Santos, Anabela
KeywordsVocabulary
Language
Designation
Substitution
Assessment
Issue date2018
JournalAudiology - Communication Research
CitationFerreira, Sandra & Cruz-Santos, A. (2018). Designation processes and semantic substitutions used by European Portuguese children in a vocabulary test. Audiology - Communication Research, 23, e2006.
Abstract(s)This research study focus on the designation processes and semantic substitutions of each word on the vocabulary sub-task from the language test for children – ABFW, standardized in Brazil and adapted to European Portuguese, as well as the comparison of the results obtained in the two countries, to analyze the relevance of their extensibility to the Portuguese population. Methods: The test was applied to 150 children from 5 to 6 years old, of typical development. The test consists of 9 conceptual categories. Each category consists of different words, which were always assessed in the same sequential order. Results: The sample of this study showed a lower performance only in clothes, places and food semantic categories. All the other categories have outperformed the standard. The categories of vocabulary with higher percentage in the right designation of the words were colors and shapes, animals and toys and music instruments. The categories with a higher percentage of substitution processes, from the reference results, were: food and locations. The most recurrent substitution processes were the co-hyponym, words that designate semantic attributes, valorization of the visual stimulus, hypernym and parasynonyms Conclusion: Given the homogeneity of the results of this study with the results obtained with other studies in Brazil, this test reveal potentiality as an instrument for vocabulary assessment in Portugal.
Objetivo: Este estudo teve por objetivo a análise e quantificação dos processos de designação e substituição semântica apresentados na prova do vocabulário do Teste de Linguagem Infantil ABFW, padronizado no Brasil e adaptado para Português Europeu (PE), assim como a comparação dos resultados obtidos nos dois países, de forma a analisar a pertinência da sua extensibilidade à população portuguesa. Métodos: A prova foi aplicada a 150 crianças de 5 e 6 anos de idade, de desenvolvimento típico, na Região Norte de Portugal. A prova é constituída por nove categorias conceituais e cada categoria formada por diferentes vocábulos, que foram avaliados sempre pela mesma ordem sequencial. Resultados: A amostra mostrou desempenho inferior, em relação à norma, apenas nas categorias semânticas vestuário, locais e alimentos. Todas as outras categorias revelaram desempenho superior. As categorias do vocabulário que apresentaram maior percentagem de respostas corretas foram: animais, formas e cores e brinquedos e instrumentos musicais. As categorias que apresentaram percentagem superior de processos de substituição, em relação à norma, foram alimentos e locais. Os processos de substituição mais utilizados foram: substituição por co-hipônimo, vocábulos que designam atributos semânticos, valorização do estímulo visual, hiperônimos e parassinônimos. Conclusão: Dada a homogeneidade dos resultados deste estudo com os resultados obtidos em outros estudos no Brasil, esta prova revela potencialidades como instrumento de avaliação do vocabulário em Portugal.
Typearticle
URIhttp://hdl.handle.net/1822/58926
DOI10.1590/2317-6431-2018-2006
ISSN2317-6431
Peer-Reviewedyes
AccessopenAccess
Appears in Collections:CIEd - Artigos em revistas científicas internacionais com arbitragem


Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis