Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/58758

TitlePerceção do sentimento de (in)segurança no centro histórico de Guimarães
Other titlesPerception of the feeling of (in)security in the Historic Center of Guimarães
Author(s)Teixeira, Ana Catarina de Jesus
Advisor(s)Cunha, Manuela Ivone P. da
KeywordsSentimento de (in)segurança
Criminalidade
Vitimação
Feeling of (in)security
Criminality
Victimization
Issue date2018
Abstract(s)Nos dias de hoje verifica-se por toda a Europa um considerável alarmismo social em torno do crime e do perigo, sobretudo baseado na ideia de que o crime está a aumentar e, como consequência aumenta a insegurança e os riscos para os cidadãos. Este estudo tem como principal objetivo analisar o sentimento de (in)segurança provocado pelo fenómeno do crime e da violência nos indivíduos do centro histórico de Guimarães. A metodologia de investigação assenta na utilização de métodos quantitativos, mais especificamente a realização de inquéritos por questionário, aplicados a 100 indivíduos, residentes e não residentes do centro histórico de Guimarães. Os resultados alcançados permitiram aprofundar o conhecimento e a importância desta temática, perceber que o centro histórico se revelou um local seguro pela generalidade da população, apesar de um número significativo de participantes manifestar medo de vir a ser vítima de um crime, sendo o período noturno o mais temido. O consumo de drogas/álcool e a pobreza/desemprego são os principais fatores associados à ocorrência de crime. Os crimes mais frequentemente percebidos pelos inquiridos nesta área são o tráfico de drogas e furto. Os participantes revelam-se maioritariamente satisfeitos com a atuação dos agentes de autoridade. Foi ainda possível concluir que o sentimento de insegurança não é manifestado do mesmo modo por todos os inquiridos e revelou-se de extrema importância a implementação de medidas que visem a redução deste sentimento.
Nowadays there is a considerable social alarmism around Europe about crime and danger, especially on the grounds that crime is increasing and, as a consequence, insecurity and risks for citizens are also rising. The main objective of this study is to analyse the feeling of (in) security provoked by the phenomenon of crime and violence, in the Historic Center of Guimarães. The research methodology is based on the use of quantitative methods, more specifically questionnaires, applied to 100 individuals, residing and not residing in the Historic Center of Guimarães. The results achieved allowed us to deepen the knowledge about this issue, since it was revealed that the Historic Center is a safe place for the general population. However, a significant number of participants expressed fear of being a victim of crime, particularly at night. Drug/alcohol use and poverty/unemployment are the main factors associated with the occurrence of crime. The crimes most often perceived by respondents in this area are drug trafficking and theft. Overall, participants seemed to be satisfied with the performance of the agents of authority. It was also possible to conclude that the feeling of insecurity is not expressed in the same way by all the respondents and that the implementation of measures aimed at reducing this feeling is extremely important.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado em Crime, Diferença e Desigualdade
URIhttp://hdl.handle.net/1822/58758
AccessEmbargoed access (2 Years)
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_PG32256_AnaCatarinaTeixeira.pdf
  Until 2021-01-01
2,09 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID