Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/58561

TitleAvaliação da qualidade de vida em pessoas com feridas crónicas: o caso dos doentes com úlcera de perna de etiologia venosa
Other titlesQuality of life assessment in persons with chronic wounds: the case of patients with venous leg ulcer
Author(s)Pereira, Rui Pedro Gomes
Advisor(s)Leandro, Maria Engrácia
KeywordsÚlcera Perna
Qualidade de Vida
Sociologia da saúde
Issue date2009
Abstract(s)As investigações desenvolvidas sobre as pessoas com úlcera crónica de perna, apesar de ainda incipientes, descortinam uma forte relação entre as condições sociais e modos de vida e a prevalência desta afeção que tem também em Portugal uma relevância significativa. Por outro lado, apesar de todos os sintomas associados à presença de úlcera crónica de perna, muitos dos estudos realizados não determinam o impacto que estes produzem nas pessoas aos mais diferentes níveis, bem como na sua perceção e avaliação do próprio estado de saúde e da qualidade de vida. Deste modo, foi desenvolvido um estudo de cariz transversal, descritivo e exploratório consubstanciado num estudo de caso, tendo por base uma metodologia quantitativa. A amostra é constituída por 78 doentes que apresentavam um ou mais registos de diagnóstico de úlcera venosa ativo há pelo menos três meses, tendo a colheita de dados ocorrido em 2008. Os objetivos deste estudo passam por avaliar em que medida as condições sociais influenciam a qualidade de vida destes doentes; identificar quais dimensões, de acordo com a perspetiva dos próprios, se encontravam mais afetadas pela ocorrência do fenómeno de úlcera de perna e determinar qual o nível de qualidade de vida das pessoas com feridas crónicas, nomeadamente dos doentes com úlcera venosa. Para este efeito utilizou-se um questionário composto por duas partes: uma primeira que visava a caracterização inicial sociodemográfica, económica e clínica. A segunda, recorrendo à versão Portuguesa do CWIS© (Esquema Cardiff de Impacto de Ferida), pretendeu medir a ocorrência e impacto associado à existência de úlcera venosa e as dimensões «Bem-estar», «Sintomas físicos e vida diária» e «Vida social». Em complementaridade, foi avaliada a perceção de qualidade de vida e o respetivo grau de satisfação com a mesma por parte dos inquiridos. Em termos dos principais resultados, verificou-se uma relação entre os fatores sociodemográficos e económicos desfavoráveis e a existência de úlcera de perna crónica. No entanto, não se constatou idêntica relação linear entre estes mesmos fatores e avaliação global do estado de saúde em geral, bem como da qualidade de vida e da satisfação com a mesma de um modo particular. Em paralelo, observou-se que existe uma ocorrência e impacto significativo entre esta afeção crónica e sintomas físicos e atividades de vida diária, bem-estar e interação social. Como principal conclusão e na ótica da otimização da qualidade de vida destas pessoas, no âmbito de um paradigma holístico do cuidar, os enfermeiros na sua prática clínica deverão atender e considerar a influência destas dimensões, procurando com os doentes e famílias as medidas de remediação adequadas. Neste sentido, será igualmente determinante a valorização e monitorização contínua das condições sociais e modos de vida destas pessoas e os seus efeitos na saúde.
Despite all the symptoms associated with the presence of chronic leg ulcers, many studies do not determine the impact these have on people at many different levels, as well as their perception and evaluation of quality of life. Moreover, the investigations in this area, although still incomplete, reveal a strong relationship between social conditions and lifestyles and the prevalence of this disease that in Portugal has a significant importance. Therefore was developed a cross-sectional descriptive and exploratory study based in a study of cases using a quantitative methodology. The sample his constituted by 78 patients from the council of Matosinhos and who had one or more records of diagnosis of venous ulcers, active for at least three months, and the data collect occurred in 2008. This study objectives his to assess the extent to which social conditions affect the quality of life of these patients, identify which dimensions that, according to the perspective of themselves, were most affected by the occurrence of the phenomenon of the leg ulcer and to determinate what quality of life level of people with chronic wounds, particularly patients with venous ulcers. For this purpose it was used a questioner composed of two parts: the first aimed the socio-demographic, economic and clinical characterization. The second and using the Portuguese version of the CWIS© (Cardiff Wound Impact Schedule), sought to measure the occurrence and impact associated with the existence of venous ulcers and dimensions: «Welfare», «Physical symptoms and daily life» and «Social life». Complementarily was evaluated in the perception of quality of life and their satisfaction with it by the respondents. In terms of the main results, there was a relationship between the socio-demographic and economic existence of adversity and chronic leg ulcer. However there is not a linear relationship between these factors and overall assessment of general health status, and the quality of life in general and satisfaction with it in a particular way. In parallel, we observed that there is an occurrence and impact of this chronic condition and the dimensions: physical symptoms and daily life activities, welfare and social interaction. As a main conclusion and in the optical of optimizing the quality of life of these individuals and within a holistic paradigm of care, nurses in their clinical practice should address and consider the influence of these dimensions, looking for patients and families with the appropriate remedial action. In this sense is also crucial the continuous monitoring of social conditions and lifestyles of these people and their effects in health.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado em Sociologia (área de especialização em Sociologia da Saúde)
URIhttp://hdl.handle.net/1822/58561
AccessRestricted access (UMinho)
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado
DS/CICS - Dissertações de Mestrado / MSc Dissertations
ESE-CIE - Dissertações de Mestrado/MSc Dissertations

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTACAO FINAL - Revista.pdf
  Restricted access
1,72 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID