Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/57450

Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorCosta, Anabelapor
dc.contributor.authorSolé, Maria Glória Parra Santospor
dc.date.accessioned2018-12-21T10:47:14Z-
dc.date.available2018-12-21T10:47:14Z-
dc.date.issued2017-12-
dc.identifier.citationCosta, A., & Solé, G. (2017). Aprender a pensar sobre o tempo em História: atividades desenvolvidas com turmas de 1º e 2º CEB. In L. Fonseca & I. Vale (Eds.), Atas do 5.º Encontro Ensinar e Aprender com Criatividade dos 3 aos 12 anos – 2017 (pp. 29-44). Viana do Castelo: EdProf e Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Viana do Castelo.por
dc.identifier.isbn978-989-8756-13-8por
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1822/57450-
dc.description.abstractAprender sobre o tempo constitui uma componente essencial na aprendizagem da História, mas é também um modo de localizarmos a nossa própria vivência, conhecendo o passado sem descurar o presente, e desenvolvermos competências para perspetivar e agir no futuro. O presente estudo resultou de um projeto concretizado no 1º e 2º Ciclo do Ensino Básico e assume especial relevância no atual contexto, marcado pela influência da tecnologia no modo de vida das sociedades, e em particular, no modo como se acede à informação, sem, por vezes, se construir conhecimento. Conscientes de que aprender sobre o tempo não se cinge à mera aprendizagem de datas, factos ou acontecimentos, foram implementadas atividades cognitivamente desafiadoras, através das quais se procurou compreender o modo como as crianças desenvolvem conceitos de tempo e em que medida a utilização de estratégias e atividades diversificadas favorece a compreensão temporal. As atividades propostas foram inspiradas no modelo de aula-oficina, de cariz socioconstrutivista, e desenhadas com o intuito de permitir aos alunos construir, relacionar e refletir sobre o seu conhecimento, dando-se primazia ao papel dos mesmos como investigadores/historiadores. Os resultados obtidos apontam para um progresso das ideias dos alunos acerca da temporalidade, nomeadamente ao nível da cronologia e mudança. Concluiu-se que a prática de atividades explícitas em torno do conceito de tempo contribui para o desenvolvimento da compreensão temporal.por
dc.description.sponsorshipEste trabalho é financiado pelo CIEd - Centro de Investigação em Educação, projetos UID/CED/1661/2013 e UID/CED/1661/2016, Instituto de Educação, Universidade do Minho, através de fundos nacionais da FCT/MCTES-PTpor
dc.language.isoporpor
dc.publisherInstituto Politécnico de Viana do Castelo. Escola Superior de Educação-
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectEducação históricapor
dc.subjectCompreensão temporalpor
dc.subjectTempo cronológicopor
dc.subjectTempo históricopor
dc.subjectMudançapor
dc.titleAprender a pensar sobre o tempo em História: atividades desenvolvidas com turmas de 1º e 2º CEBpor
dc.typeconferencePaperpor
dc.peerreviewedyespor
dc.relation.publisherversionhttp://www.ipvc.pt/sites/default/files/2017_ATAS_CRIA.pdfpor
oaire.citationConferenceDate7 jul. 2017por
sdum.event.title5.º Encontro Ensinar e Aprender com Criatividade dos 3 aos 12 anos – 2017por
sdum.event.typemeetingpor
oaire.citationStartPage29por
oaire.citationEndPage44por
oaire.citationConferencePlaceEscola Superior de Educação de Viana do Castelopor
dc.subject.fosCiências Sociais::Ciências da Educaçãopor
dc.description.publicationversioninfo:eu-repo/semantics/publishedVersionpor
sdum.conferencePublicationAtas do 5.º Encontro Ensinar e Aprender com Criatividade dos 3 aos 12 anos – 2017por
Appears in Collections:CIEd - Textos em volumes de atas de encontros científicos nacionais e internacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Aprender a pensar sobre o tempo em História.pdf1,14 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID