Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/5699

TitleModelos de avaliação da experiência depressiva
Author(s)Maia, Ângela
KeywordsAvaliação
Depressão
Issue date2001
PublisherUniversidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
JournalArchives of Clinical Psychiatry
Citation"Revista psíquiatria clínica". ISSN 0101-6083. 22:2 (2001) 197-204.
Abstract(s)Sendo a depressão uma das perturbações psicopatológicas mais prevalentes na população, não é de estranhar a diversidade de leituras teóricas que a procuram conceptualizar, nem a multiplicidade de métodos de intervenção psicoterapeutica que prometem eficácia na sua intervenção. Paralelamente a estes interesses teóricos e clínicos, as necessidades de investigação têm dado azo ao desenvolvimento de múltiplos instrumentos que procuram avaliar as diferentes manifestações da experiência depressiva, nomeadamente os sintomas afectivos, cognitivos, físicos, motivacionais e comportamentais. Perspectivas mais recentes, no entanto, têm salientado a necessidade de ir para além de modelos descritivos, apontando a necessidade de recorrer a metodologias que possam elucidar acerca da construção de significados nesta psicopatologia. Neste trabalho são apresentados e comparados os diversos instrumentos, salientando o percurso que vai desde os modelos de avaliação baseados em questionários até às metodologias que procuram compreender a organização narrativa na depressão.
Depression is one of the most prevalent psychopathological disordes in the population. Therefore there is a diversity of theoretical readings that seek to conceptualise it and a multiplicity of therapeutic methods that promise effectiveness in their intervention. Besides this theoretical and clínica interest, research needs have stimulated the development of multiple instruments which, attempt evaluate the different manifestations of the depressive experience, namely its affective, cognitive, physical, motivational and behavioural symptoms. However, more recent perspectives have been pointing out the need to go beyond descriptive models, using methodologies that will be able to explain the construction of meanings in this psychopathology. This work presents and compares several instruments, pointing out the path from evaluation models based on questionnaires to methodologies that try to understand the narrative organisation in depression.
TypeArticle
URIhttp://hdl.handle.net/1822/5699
ISSN0101-6083
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CIPsi - Artigos (Papers)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
modelos av exp dep.PDFartigo modelos de avaliação experiência depressiva1,26 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID