Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/56969

Title“Put it on a Post-It!”: direct response of fourth grade children retain after a video-training on gypsy ethnicity
Other titles"Colocar num post-it!": resposta direta de crianças do quarto ano após um vídeo de treino sobre etnia cigana
Author(s)Amaral, Sandra Patrícia Ferreira do
Advisor(s)Rosário, Pedro
Magalhães, Paula
KeywordsGypsy ethnicity
Inclusion
Intervention
Direct response
Etnia cigana
Inclusão
Intervenção
Resposta direta
Issue date2018
Abstract(s)Despite all educational and political efforts, Gypsies still suffer from discrimination. Non-attendance of Roma children in school occurs not only because of their own behavior but also because of the exclusion and discrimination perpetrated by their peers and teachers. This study is based on the visualization of a video, in which the idea is to equip children with knowledge about Gypsy ethnicity, as well as to demystify some stereotypes or beliefs that may exist in these students, so that when confronted with a Gypsy peer help them integrate and do not discriminate against it. The objective of this study is to understand the impact of the visualization of a video about the gypsy culture in the students of the 4th year, taking into account their direct answers after the visualization of a video. The present study is part of a broader survey on attitudes towards Gypsy people, with a total of 541 primary school students in grades four and five. In this study 135 students participated, from eight classes of the fourth grade. The results indicate that the direct responses that emerge after viewing the video, in relation to the gypsy ethnicity, are positive, leading to a better understanding of this minority. This indicates that interventions of this type may be the way forward.
Apesar de todos os esforços educacionais e políticos, os ciganos ainda sofrem com a discriminação. O não comparecimento das crianças ciganas na escola ocorre não só devido ao seu próprio comportamento, mas também devido à exclusão e discriminação perpetradas pelos seus pares e professores. Este estudo assenta na visualização de um vídeo, em que a ideia passa por equipar as crianças com conhecimentos sobre a etnia cigana, bem como desmistificar alguns estereótipos ou crenças que possam existir nesses alunos, para que quando confrontados com um colega cigano o ajudem a integrar e não o descriminem. O objetivo deste estudo é compreender o impacto da visualização de um vídeo sobre a cultura cigana nos alunos do quarto ano, levando em consideração as respostas diretas após a visualização do vídeo. O presente estudo faz parte de uma pesquisa mais ampla sobre as atitudes em relação à etnia cigana, com um total de 541 alunos do ensino fundamental do quarto e quinto anos de escolaridade. Neste estudo participaram 135 alunos, de oito turmas do quarto ano de escolaridade. Os resultados indicam que as respostas diretas que emergem após a visualização do vídeo, em relação à etnia cigana, são positivas, levando a uma melhor compreensão desta minoria. Isso indica que intervenções desse tipo podem ser o caminho a seguir.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado integrado em Psicologia
URIhttp://hdl.handle.net/1822/56969
AccessEmbargoed access (2 Years)
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado Integrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese+Final_A82844.pdf
  Until 2021-01-01
541,12 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID