Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/56048

TitleReintegração familiar de crianças e jovens institucionalizadas: através do olhar das crianças e jovens, das famílias e dos técnicos
Author(s)Coelho, Bruna Rafaela da Costa
Advisor(s)Duarte, Vera Mónica Silva
Cunha, Manuela Ivone P. da
KeywordsReintegração familiar
Institucionalização
Risco / perigo
Family reintegration
Institutionalization
Risk / danger
Issue date2018
Abstract(s)O grande número de crianças e jovens institucionalizados, bem como a necessária e esperada reintegração familiar destas pessoas, tem colocado esta temática na ordem do dia uma vez que o número de criança e jovens acolhidos ainda é bastante expressivo, sendo necessário promover mais projetos de vida nomeadamente reintegração familiar dentro do acolhimento residencial. Esta investigação tem como objetivo conhecer como ocorre o processo de reintegração familiar de crianças e jovens institucionalizados, através do olhar das crianças e jovens, das suas famílias e da equipa técnica. De natureza qualitativa e de carácter exploratório e descritivo, o estudo realizou-se em três casas de acolhimento do distrito de Braga: dois Lares de Infância e Juventude e um Centro de Acolhimento Temporário. As principais conclusões desta investigação mostram que as boas práticas de trabalho por parte dos profissionais, com medidas comprometidas e participativas junto das família biológicas farão toda a diferença no processo de reintegração familiar. Só assim se operarão as mudanças, tão necessárias, quanto urgentes, para a reconstrução das famílias. Deve-se intervir através de uma abordagem sistémica e individualizada junto da família biológica, ou no tentar encontrar outras soluções positivas para o bom desenvolvimento das crianças e dos jovens.
The large number of institutionalized children and young people, as well as the necessary and expected reintegration of these people, has placed this theme on the agenda of several discussions. The number of children and young people is still very expressive and it is necessary to promote more inclusive family projects in order to achieve residential care. This research aims to know how the process of the reintegration of institutionalized children and young people families occurs, through the eyes of children and young people, their families and the technical team. Being of qualitative nature as well as exploratory and descriptive character, the study was realized in three institutions of Braga District: two Foster Care Homes and a Center of Temporary Reception. The main conclusions of this research show that good working practices from professionals, with committed measures by the biological family will make all the difference in the process of family reintegration. Only through this will the changes, as necessary as they are urgent, take place for the families reconstruction. Intervention must go through a systemic and individualized approach to the biological family, or must try to find other positive solutions to achieve the proper development of children and young people.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado em Crime, Diferença e Desigualdade
URIhttp://hdl.handle.net/1822/56048
AccessRestricted access (UMinho)
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
9_DissertacaoCorrigida_PG29589_BrunaCoelho.pdf
  Restricted access
2,12 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID