Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/1822/55835

TítuloThe role of endoplasmic reticulummitochondria contact sites on mitochondrial permeabilization and regulated cell death induced by acetic acid
Outro(s) título(s)O papel dos locais de contacto entre o retículo endoplasmático e a mitocôndria na permeabilização mitocondrial e morte celular regulada induzida por ácido acético
Autor(es)Martins, Vítor Rafael Miranda
Orientador(es)Sousa, Maria João
Côrte-Real, Manuela
Data2018
Resumo(s)Zones of close membrane apposition function as signaling hubs for interorganelle communication, sustaining organelle homeostasis and exchange of cellular cues. Particularly, endoplasmic reticulum-mitochondria contact sites (ER-MCS) have been the subject of recent scientific interest since the discovery that these structures are disrupted in several pathologies such as cancer and neurodegenerative diseases. Interestingly, these diseases are also characterized by dysregulated apoptosis. Due to the emerging data that correlates ER-MCS function to known events of the apoptotic program, we aimed to dissect this interplay using the yeast Saccharomyces cerevisiae as a model organism. Until recently, the only known tethering complex between ER and mitochondria of this yeast was the ER-mitochondria encounter structure (ERMES). We have previously shown that this organism commits to an apoptotic-like mitochondria-dependent cell death process in response to acetic acid, a frequent byproduct of alcoholic fermentation carried out by S. cerevisiae. Thus, the main aim of this dissertation was to assess the role of the ERMES complex in the mediation of acetic acid-induced regulated cell death. Preliminary analysis revealed a remarkable role of ERMES in the acid stress response and prompted us to further pursue a phenotypical characterization of the cellular alterations underlying this process. Using mutants deficient in components of the ERMES complex and different techniques, from fluorescence microscopy to flow cytometry, we were able to unveil ERMES as a regulator of cell death and, possibly, its own regulators. In all, this work will aid in the understanding of molecular pathways not yet fully disclosed in apoptosis, namely mitochondrial outer membrane permeabilization. These results come with both biomedical and biotechnological interest since they are expected to further encourage the study of ER-MCS in mammalian cell death as well as the development of more resilient yeast strains in industrial processes.
As zonas de contacto intermembranar funcionam como centros de sinalização na comunicação interorganelar, assegurando a homeostasia e a troca de informação entre organelos. Em particular, os locais de contacto entre o retículo endoplasmático e a mitocôndria (ER-MCS) têm sido recentemente alvo de grande interesse científico dado que a sua disrupção está associada a várias patologias como cancro e doenças neurodegenerativas. Curiosamente, estas doenças são também caracterizadas por fenómenos de desregulação apoptótica. Atendendo a estudos emergentes que correlacionam o papel dos ER-MCS com funções apoptóticas, o objetivo deste trabalho consistiu em examinar esta interação usando como modelo a levedura Saccharomyces cerevisiae. Até recentemente, o único complexo responsável pela ancoragem do retículo endoplasmático à mitocôndria neste organismo era o complexo ERMES (do inglês, ER-mitochondria encounter structure). Estudos anteriores demonstraram que S. cerevisiae envereda por um processo de morte celular com características típicas da apoptose em resposta a ácido acético, um subproduto frequente da fermentação alcoólica deste organismo. Como tal, o objetivo principal desta dissertação é avaliar o papel do complexo ERMES na morte celular induzida por ácido acético. Análises preliminares revelaram um papel notável na resposta ao stress instigado por este ácido, o que nos levou a enveredar por uma caracterização fenotípica das alterações celulares subjacentes a este processo. Recorrendo à utilização de mutantes cujas subunidades deste complexo foram deletadas e a diferentes técnicas, desde microscopia de fluorescência a citometria de fluxo, foi possível apontar o complexo ERMES como um modulador da morte celular regulada e, possivelmente, os seus próprios reguladores. No seu conjunto, este trabalho irá auxiliar na compreensão dos mecanismos moleculares que ainda não foram completamente desvendados na apoptose, nomeadamente a permeabilização da membrana mitocondrial externa. Os resultados aqui reportados fornecem benefícios em termos biomédicos e biotecnológicos, uma vez que é esperado que encorajem o estudo dos ER-MCS na morte celular em mamíferos bem como o desenvolvimento de estirpes mais resilientes em processos industriais.
TipomasterThesis
DescriçãoDissertação de mestrado em Bioquímica Aplicada (área de especialização em Biomedicina)
URIhttp://hdl.handle.net/1822/55835
AcessoembargoedAccess (3 Years)
Aparece nas coleções:BUM - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
MBA_PG28907_Dissertação_2017-2018.pdf2,61 MBAdobe PDFVer/Abrir  Solicitar cópia ao autor!

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis