Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/55697

TitleAdaptação ao stress em árbitros e impacto no burnout e no rendimento
Author(s)Rodrigues, Marta Daniela de Almeida
Advisor(s)Gomes, A. Rui
KeywordsStress
Avaliação cognitiva
Emoções
Burnout
Rendimento desportivo
Modelo transacional
Arbitragem
Cognitive appraisal
Emotion
Performance
Transational model
Referreeing
Issue date2018
Abstract(s)A ação de arbitrar pode ser gratificante ou desafiadora, mas também se pode tornar uma experiência associada a altos níveis de stress e burnout. Neste estudo, avaliou-se como os árbitros se adaptam às situações de stress desportivo a 24 a 48 horas antes de um jogo, analisando fontes de stress, avaliação cognitiva, emoções, burnout e perceção de rendimento individual. Participaram 394 árbitros de futebol do sexo masculino (92.6%%) e feminino (7.4%). Dos principais resultados, destaca-se que o jogo foi percecionado com pouco a moderado stress por 81.9% dos participantes e 2.1% relataram níveis elevados de burnout. Cometer erros foi a principal fonte de stress e a fadiga física foi o principal sintoma de burnout. Árbitros mais jovens relataram níveis de stress mais elevados e níveis inferiores de burnout. Níveis elevados de burnout foram explicados por níveis elevados de stress associado à vida familiar e pessoal, confrontação e perceção de ameaça, e níveis baixos de perceção de desafio e de confronto. Uma maior perceção de rendimento, foi explicada por níveis baixos de perceção de ameaça e níveis elevados de perceção de desafio e de confronto e, inesperadamente, de stress associado à carreira desportiva.
The action of refeering can be a much rewarding or challenging one, but it can also become an experience associated with high levels of stress and burnout. In this study, the adaptation of referees to stressful sport situations was assessed 24 and 48 hours before a match, by analysing stress sources, cognitive appraisal, emotions, burnout and performance. 394 referees were involved, being 92,6% men and 7,4% women. The main results show that the match was perceived as a low to moderate stress event by 81,9% of the participants, with 2,1% reporting high levels of burnout. Making mistakes was reported to be the main source of stress, and physical fatigue as the main symptom of burnout. Younger referees mentioned higher levels of stress and lower levels of burnout. The high levels of burnout were explained by high amounts of stress related to personal and familiar life, confrontation and perception of menace, and low levels of perception of challenge and conflict. A higher perception of outcome/performance was explained by low levels of perception of menace and high levels of perception of challenge and conflict, and also, surprisingly, with stress related to the sports career.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado integrado em Psicologia
URIhttp://hdl.handle.net/1822/55697
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado Integrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇA0+DE+MESTRAD0.pdf365,23 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID